Jacqueline Sato, de ‘Orgulho e Paixão’, diz que já perdeu trabalho por ser ‘muito japonesa’

“Acho que todas nós, mulheres, já passamos por algum tipo de preconceito, seja ele mais agressivo ou mais sutil. Às vezes, em forma de brincadeira, de piada”, diz Jacqueline ao G1.

Deixe uma resposta