Exaltada por Mônica Salmaso em show no Rio, Cristina Buarque é fiel guardiã da memória do samba carioca

Já no primeiro álbum, Cristina, lançado em 1974, a cantora deu voz a sambas de Cartola (1908 – 1980), Manacéa (1921 – 1995), Noel Rosa (1910 – 1937), Ismael Silva (1905 – 1978) e Ivone Lara (1922 – 2018), entre outros desbravadores do terreirão do samba. E foi assim, nessa linha, que a cantora gravou outros álbuns, como Prato e faca (1976), Arrebém (1979), Vejo amanhecer (1980) e Cristina (1981).

Deixe uma resposta