Sergio Pitol, escritor mexicano ganhador do Prêmio Cervantes, morre aos 85 anos

Em 1972 publicou o primeiro de seus cinco romances, “El tañido de una flauta”. Também escreveu contos, ensaios e memórias, além de carregar no currículo vários trabalhos como tradutor de inglês, polonês, italiano, russo, húngaro e chinês.

Deixe uma resposta