Rafael Cardoso fala do Renato de  ‘O outro lado do paraíso’, personagem que foi de mocinho a vilão

“A Vila Ipê é uma comunidade, uma casinha colada na outra, de 30 metros quadrados, tudo apertadinho. Me criei lá com a molecada, jogando bola na rua, pé descalço, no paralelepípedo. Mas toda a molecada, a família, sempre de índole muito boa. Sempre batalhava, estudava. Nunca tive medo do trabalho, desde moleque”.

Deixe uma resposta