Com sopro de renovação, Cólera preserva força do punk em álbum de resistência

No álbum gravado em 2017 com produção de João Noronha, a Ópera do caos – assim batizada por Redson – soa integrada ao restante do repertório, sem sobressair como um corpo estranho em Acorde! Acorde! Acorde!,dando coesão ao álbum, mas ao mesmo tempo diluindo a unidade particular das cinco faixas-atos dessa ópera que, além de Mr. Gumble, inclui Mezza mezza, Fá dó lá, O caos e Hino.

Deixe uma resposta