Enrique Iglesias defende reggaeton de acusação de machismo: ‘Música não deveria ser censurada’

Ao contrário do jovem colombiano Maluma (chamado de “o príncipe do raggeton”), que desvia deste tema espinhoso, Enrique aprofunda a resposta, acrescentando um contraponto: é preciso haver controle “se temos crianças”. Errado, para ele, é proibir uma “forma de arte”.

Deixe uma resposta