‘É importante levantar perguntas’, diz cineasta Helena Solberg, ativa aos 80 anos

Última produção dela – até agora –, o longa faz um paralelo com o início da carreira da cineasta. Em 1966, quando lançou o primeiro filme, “A entrevista”, Helena já promovia discussões sobre valores consolidados, especialmente entre uma elite conservadora, como casamento e sexo. Na ocasião, ela entrevistou mulheres do Rio Janeiro sobre estas temáticas.

Deixe uma resposta