Rogê celebra herança de imigrantes na travessia intercontinental de ‘Nômade’

“Hoje muitos milhões de esperanças / Celebram a herança de imigrantes ancestrais / Carregando o passado na mente / E olhando de frente o que ficou para trás”, canta Roger José Cury, vulgo Rogê, dando voz aos versos de Nei Lopes, também ouvidos na declamação feita por Jorge Aragão. Bamba carioca com autoridade respeitada no universo cultural afro-brasileiro, Nei Lopes é o parceiro do conterrâneo Rogê em Diáspora negra, uma das músicas mais fortes de Nômade (Edição independente da produtora Muito Amor e Música), disco lançado neste mês de março de 2018.

Deixe uma resposta