Perícia comprova que obras expostas no Itaú Cultural foram furtadas da Biblioteca Nacional

As obras, de autoria do alemão Emil Bauch, representam o Recife e foram impressas na Europa em 1852. O Itaú Cultural as comprou em 2005 de Ruy Ruy Souza e Silva, colecionador e ex-marido de Neca Setubal, filha de Olavo Setubal (1923-2008), ex-presidente do conselho e maior acionista do Itaú.

Deixe uma resposta