Paixão pela música é o legado de  Miranda, produtor que renovou o rock nos anos 1990

No caso, o elo improvável entre Raimundos e Gaby foi a paixão pelo sons que moveu o músico e produtor gaúcho em vida encerrada na noite de ontem, por conta de mal súbito, sofrido por Miranda em casa, na cidade de São Paulo (SP), um dia após ter festejado o 56º aniversário. Esse elo abarca o Skank, grupo mineiro que lamentou publicamente em redes sociais a saída de cena do produtor que, no início dos anos 1990, chamou a atenção do Brasil para aquele até então desconhecido quarteto de Belo Horizonte (MG) que misturava reggae com pop.

Deixe uma resposta