Samba de Assis é a surpresa de show em que Chico exalta o povo e o artista do Brasil

“São letras que fiz para canções que gostaria de ter feito”, admitiu o compositor ao cantar Retrato em branco e preto, música bissexta na voz de Chico. Um dos parceiros, o compositor e baterista carioca Wilson das Neves (1936 – 2017), mereceu saudação especial quando Chico reabriu Grande hotel (1997), parceria com Das Neves, a quem dedica o show Caravanas. “Valeu, Chefia”, agradeceu, reverenciando o músico que saiu de cena em agosto, após décadas no posto de baterista da banda dos shows de Chico – vaga para o qual foi requisitado Jurim Moreira, baterista dos discos.

Deixe uma resposta