Cantora viaja pelo mundo em disco com temas infantis de vários países


Cantora paulistana de origem judaica, Fortuna faz viagem musical por vários continentes, sob a ótica infantil, no álbum Tchiribim tchiribom – Cantando pelo mundo. Lançado pelo Selo Sesc, o disco apresenta adaptações para o português – feitas por Hélio Ziskind, diretor musical do disco produzido por Ziskind com a própria Fortuna – de tradicionais temas infantis de outros povos do planeta Terra.


A viagem começa pelo Brasil, com o tema Abre mais a roda, e termina na Romênia, país representado por Ô que sopa, música do folclore cigano. Entre a partida e o destino final, o álbum faz escalas musicais em países como China (Cesto de bambu e Sobre nós um céu sem fim), França (Era uma vez um marinheirinho), Israel (Cai a noite e a música-título do disco, Tchiribim tchiribom), Itália (História do macarrão, Martinha bonitinha e Voar! – Para crianças), Japão (Manacá) e Nova Zelândia (Epo / Tai). A África contribui com quatro temas – Gan gan gan gai, Mariá, Senegal e Na na iê – Maria Farinha – para o roteiro da viagem.


Para acompanhá-la nessa viagem lúdica, Fortuna convidou os músicos do Grand Bazaar, grupo familiarizado com o repertório cigano que criou os arranjos do álbum com a cantora. Com exceção do popular tema do México, La bamba, as músicas do CD Tchiribim tchiribom – Cantando pelo mundo são desconhecidas nas rodas infantis do Brasil. O que aumenta o valor documental do projeto fonográfico de Fortuna, cuja discografia inclui outros títulos dedicados às crianças, como o CD/DVD Tic tic tati (2012).


(Crédito da imagem: capa do CD Tchiribim tchiribom – Cantando pelo mundo, de Fortuna)

Deixe uma resposta