Tulipa ecoa a leveza da Gal dos anos 1970 em ‘Game’, single do álbum ‘Tu’


O nome do single, Game, pode ser lido como uma conjugação do verbo gamar ou como a tradução em inglês da palavra jogo. A própria Tulipa Ruiz considera válidas as duas leituras do título da música que escolheu para abrir os trabalhos promocionais do quarto álbum da cantora e compositora paulistana, Tu, previsto para ser lançado em novembro deste ano de 2017. Com capa que expõe ilustração da própria Tulipa, o single Game chega hoje, 27 de outubro, às plataformas digitais.


Contudo, do ponto de vista musical, uma leitura quase inevitável é a de que Game ecoa a leveza da Gal Costa dos anos 1970. O canto de Tulipa soa livre, leve e solto nessa composição de autoria da própria artista projetada em 2010. A gravação cai no suingue com os toques de violão e percussão que dão o tom de Game e que adiantam o clima do álbum Tu, gravado por Tulipa com Gustavo Ruiz e Stéphane San Juan no estúdio mantido pelo engenheiro de som Scotty Hard no Greenpoint, no Brooklyn (Nova York, EUA). Ecos de Gal à parte, a levada de Game é envolvente.


(Crédito da imagem: capa do single Game. Ilustração de Tulipa Ruiz)

Deixe uma resposta