Sucesso fake: músicos fraudam números de streaming usando robôs e ‘jabá 2.0’

No entanto, seria difícil investigar a origem dos acessos e comprovar como e quando os robôs foram usados, especialmente com os sites estrangeiros. “É difícil apontar uma infração, pois há pouca regra específica para essa área digital”, diz Luiz Fernando Marrey Moncau, de 35 anos, pesquisador do Stanford Center for Internet and Society.

Deixe uma resposta