Procurador-geral de Nova York abre investigação de assédio sexual contra Weinstein Company, diz fonte

A Polícia de Los Angeles confirmou ontem que há uma investigação aberta sobre o produtor, acusado de assédio, agressão sexual e estupro por mais de 40 mulheres. Entre elas, estão as atrizes Mira Sorvino, Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Ashley Judd, Léa Seydoux e Lupita Nyong’o.

Deixe uma resposta