Pablo Neruda não morreu de câncer, diz equipe internacional de peritos

“A caquexia está descartada. Isso está claro”, disse o juiz especial Mario Carroza, que investiga as causas da morte do prêmio Nobel de Literatura em 1971, após se reunir com o grupo de peritos que, no entanto, ainda desconhecem a causa específica da morte.

Deixe uma resposta