A verdadeira origem da hashtag ‘Me Too’, usada no Twitter por mulheres que sofreram violência sexual

“Nos sete minutos que se seguiram, esta criança… lutava para me dizer que seu padrasto, ou melhor, o namorado de sua mãe, estava fazendo todo tipo de monstruosidade com seu corpo em desenvolvimento. Eu estava horrorizada com suas palavras, as emoções brotaram dentro de mim, e eu ouvi tudo até literalmente não poder mais. (…) No meio do compartilhamento de sua dor comigo eu a interrompi e imediatamente a levei até outra conselheira que poderia ajudá-la melhor.”

Deixe uma resposta