Björk relata assédio sexual cometido por diretor dinamarquês

“Depois de dois meses, quando eu disse que ele parasse de me tocar, ele explodiu e quebrou uma cadeira na frente de todos, como alguém que sempre foi autorizado a acariciar suas atrizes, e então todos nós voltamos para casa”, escreveu ela.

Deixe uma resposta