Vencedor do Oscar direção em 2012 apresenta no Rio filme sobre Jean-Luc Godard

“Ele pagou um preço por essa escolha. Além do fim da relação com a esposa e do afastamento de todos, seus filmes se tornaram cada vez mais complexos e difíceis e, é claro, isso fez com que o público se distanciasse. E é curioso porque, quando paro para pensar na obra de Godard, gosto das produções da fase inicial, justamente aquelas que ele passou a desprezar. Nos últimos anos, ficou evidente que ele começou a se preocupar mais com a linguagem do que contar uma história – basta assistir produções como ‘Filme socialismo’ e ‘Adeus à linguagem’. No meu filme, entretanto, tento não fazer nenhum julgamento sobre as escolhas que ele fez”, analisou Hazanavicius, que teve certo trabalho para convencer o ator Louis Garrel a interpretar o cineasta.

Deixe uma resposta