Single ‘Simples assim’ exibe categoria vocal de Ivete com romantismo trivial


Embora seja cantora associada aos ritmos dançantes e carnavalescos da música pop baiana rotulada como axé music, Ivete Sangalo sempre gravou canções românticas. Basta dizer que o primeiro grande sucesso da carreira solo da cantora e compositora baiana foi a balada Se eu não te amasse tanto assim (Herbert Vianna e Paulo Sérgio Valle), hit do álbum solo de 1999 que marcou a estreia fonográfica de Ivete fora da Banda Eva. Simples assim, single recém-lançado pela artista e já disponível nas plataformas digitais, segue nessa linha mais sentimental.


Trata-se de canção de romantismo trivial composta por Ivete em parceria com Dudu Borges, produtor musical associado ao gênero carimbado como sertanejo universitário. Simples assim chega ao mercado fonográfico menos de dois meses após a edição do single À vontade (Gigi e Ivete Sangalo, 2017), lançado em agosto com a participação de Wesley Safadão.


Simples assim é canção de reduzido poder de sedução, no confronto com outras baladas já gravadas pela cantora, mas atesta a categoria vocal de Ivete Sangalo. É simples assim: a cantora é boa, mas a música é ruim.


(Crédito da imagem: capa do single Simples assim, de Ivete Sangalo)

Deixe uma resposta