Primeira Bienal de Arte Contemporânea de América do Sul começa na Montevidéu

O evento reunirá artistas que trabalham em diferentes formatos, desde o pictórico tradicional até as instalações, passando por documentários, com a particularidade de que interconectará os 84 espaços dedicados às exibições em todo o mundo, permitindo a cada espectador acessar a totalidade da mostra.

Deixe uma resposta