Edy lança inédita de Sampaio e grava parceria com Gil no EP ‘Cabaré Star’


Único sobrevivente do quarteto que gravou há 46 anos o álbum Sociedade da Grã-Ordem Kavernista apresenta Sessão das 10 (1971), o cantor baiano Edy Star lança música inédita do cantor e compositor capixaba Sérgio Sampaio (1947 – 1994), integrante do elenco deste disco cult também gravado por Star com o conterrâneo Raul Seixas (1945 – 1989) e com a cantora paulista Miriam Batucada (1947 – 1994). A música inédita de Sampaio se chama O que será de nós? e abre Cabaré Star, EP que chega às plataformas digitais na próxima sexta-feira, 25 de agosto de 2017, adiantando cinco faixas do álbum homônimo que será lançado em outubro pelo selo Saravá Discos, de Zeca Baleiro.


O álbum Cabaré Star tem produção musical de Baleiro e Sergio Fouad. No EP, o cantor grava pela primeira vez Procissão (1967), música de Gilberto Gil da qual Edy passou oficialmente a ser creditado como coautor (por ter criado versos que inspiraram Gil a fazer a letra) após os anos 2000. Na gravação de Edy, Procissão entra na roda do samba e da chula da Bahia.


Completam o repertório do EP uma música inédita do próprio Edy – Rock’n’roll é fodaço, composta em alusão espirituosa à música A bossa nova é foda, lançada por Caetano Veloso no álbum Abraçaço (2012) – e as regravações de Peba na pimenta (João do Vale, José Batista e Adelino Rivera, 1957) e de Perdi o medo (Odair José, 1970), feitas com os cantores Ney Matogrosso e Filipe Catto, respectivamente.


Cabaré Star é o segundo álbum solo de Edy e chega ao mercado 43 anos após o primeiro, …Sweet Edy… (1974), pioneiro título da discografia brasileira de glam rock.


(Crédito da imagem: capa do EP Cabaré Star, de Edy Star)

Deixe uma resposta