Sem o ‘brother’ Supla, Suplicy retoma discografia solo com CD autoral ‘João’


Em 2005, João Suplicy lançou álbum autoral, Caseiro, em que apresentou a música Dicionário do amor, de lavra própria. Decorridos 12 anos, o cantor, compositor e músico paulistano volta a gravar Dicionário do amor – desta vez, com a adesão vocal da cantora Marina De La Riva. O dueto com Riva figura no recém-lançado álbum solo João.


Entre Caseiro e João, Suplicy suavizou músicas do repertório do cantor norte-americano Elvis Presley (1935 – 1977) no CD Bossa Nova (2006), editou quatro álbuns como integrante da dupla Brothers of Brasil – formada com o irmão Supla – e pôs no mercado um projeto de rockabilly assinado com a banda The Hound Dogs.


Com o álbum independente João, Suplicy retoma a discografia solo e apresenta inédito repertório autoral que inclui Um abraço e um olhar, música gravada com a participação de Zeca Baleiro, que pôs voz e tocou ukelele na faixa. No álbum, no qual Suplicy dá voz à parceria com o compositor carioca Gabriel Moura (Solteiro e vagabundo), o artista toca a maioria dos instrumentos, com destaque para o distorcido violão de nylon recorrente ao longo das 14 músicas autorais do disco, que traz como faixa-bônus uma marchinha para o Carnaval, Tsunami do amor.


(Crédito da imagem: capa do álbum João. João Suplicy em foto de Edu Pimenta)

Deixe uma resposta