Famílias das 22 pessoas mortas em atentado na saída de show de Ariana Grande irão receber cerca de R$ 1 milhão, diz jornal

No dia 22 de maio, um terrorista suicida, Salman Abedi, detonou uma bomba de fabricação caseira em uma saída da Manchester Arena, logo após o término do show da estrela do pop, provocando a morte de 22 pessoas, entre as quais sete eram menores.

Deixe uma resposta