Fátima Guedes lança canção em que expõe vontade de ‘sair em protesto’

Artista carioca lançada há 40 anos como compositora na voz de Elis Regina (1945 – 1982), cantora que incluiu a música Meninas da cidade no roteiro do show Transversal do tempo (1977 / 1978), Fátima Guedes vem lançando músicas inéditas na web, em registros caseiros, ao longo deste ano de 2017. Em janeiro, a cantora e compositora apresentou o samba É uma festa, feito a partir de letra do compositor fluminense Délcio Carvalho (1939 – 2013). Neste mês de agosto, a ótima compositora anunciou em vídeo a composição de outro samba, intitulado Perfil e ainda não disponibilizado na rede, e apresentou a canção O resto do resto. Na letra, Fátima celebra valores essenciais da vida, fala das “massas anestesiadas” e revela a vontade de “sair nas ruas em protesto”. Eis a letra de O resto do resto, boa música inédita que tem o DNA melódico, poético e ideológico da compositora revelada por Elis:


O resto do resto

(Fátima Guedes)

Sofremos os homens, os bichos, as pedras,

sofremos as flores, as águas, a terra

no fim da jornada…

Eu nunca quis ser rica,

esse pecado eu não quis pecar,

se tenho algum no bolso

fico até grata em poder respirar

Me dê o suficiente

pra ter paz aqui e agora,

o resto é pra quem precisa.

E o resto do resto

é pra quem me explora

O resto do meu resto…

Sabemos dos clubes, dos ritos, das armas,

sabemos dos bancos, das mídias,

das massas anestesiadas

Pressinto o infinito,

não vendo minha alma, nem empresto

Quero é cantar bonito

Quero é sair nas ruas em protesto

Me dê o suficiente

que eu não perco essa virtude,

o resto é pra quem precisa.

E o resto do resto

é pra quem se ilude

O resto do meu resto…

(Fora tudo, fora, fora…)

(Crédito da imagem: Fátima Guedes em foto extraída de vídeo postado no perfil da artista no Facebook)

Deixe uma resposta