Surra em novela estimula competição feminina? Para Isis Valverde, ‘acolher psicopata não é feminismo’

Na trama, Irene fingiu ser amiga de Joyce enquanto usava estratégias, digamos, inescrupulosas para seduzir Eugênio, seu marido. Ao descobrir a traição e encontrar a mulher no banheiro de um restaurante, a personagem de Maria Fernanda Cândido usou seu salto alto para bater na inimiga, com a ajuda de Ritinha. Para Isis, a vilã mereceu.

Deixe uma resposta