Coletânea de 1998, de série popular, é a opção para ouvir hits de Gretchen

A última volta dada pelo universo pop repôs Gretchen no topo da montanha virtual de comentários e visualizações em redes sociais e plataformas digitais por conta da destacada participação da artista carioca no mais recente clipe da cantora norte-americana Katy Perry, filmado em Salvador (BA) com inspiração na batida da música Swish swish (Katy Perry, Nick Minaj, Adam Dyment, Sarah Hudson, Brittany Hazzard, 2017).


Contudo, quem quiser ouvir nessas plataformas as gravações originais dos maiores sucessos de Gretchen – feitas entre 1978 e 1982, entre o auge e a decadência da disco music – tem como única opção oficial uma coletânea originalmente editada pela gravadora EMI Music em 1998, no formato de CD, na padronizada série Seleção de ouro.


Já houve no mercado compilações mais bem cuidadas de Gretchen, casos de 25 anos de sucesso (2002) e de Charme, talento & gostosura, produzida pelo pesquisador musical Rodrigo Faour e editada em 2011. De toda forma, a coletânea dedicada à artista na popular série Seleção de ouro rebobina os principais hits de Gretchen, estrela moldada para a cena pelo empresário argentino Santiago Manalti, o Mister Sam, criador dos principais sucessos da criatura que lhe rendeu lucros e dividendos.


Dance with me (Mister Sam, 1978), Freak le boom boom (Mister Sam, 1979), Conga, conga, conga (Mister Sam, 1980) e Melô do piripipi (Je suis la femme) (Mister Sam, 1982) formam o lote essencial de gravações que permitem apreciar o charme peculiar de Gretchen como cantora.


(Crédito da imagem: capa da coletânea Seleção de ouro, de Gretchen)

Deixe uma resposta