Roberta Miranda fala de ‘substitutas’ sertanejas: ‘São 30 anos que tem essa busca e nunca me incomodou’

Roberta diz gostar em geral da nova fase do sertanejo. “A mulher se libertou. Ela dá o recado dela, de que ela pode, é independente, não é submissa. Embora você continue com seu companheiro, hoje não existe mais essa coisa de tolerar. Neste meio, você não vai ouvir falar dessas meninas que homem ousa encostar a mão nelas, que é algo que abomino, detesto, odeio.”

Deixe uma resposta