Treze discos com trilhas de balés do Grupo Corpo ganham edições digitais


Nada menos do que 13 discos com trilhas sonoras originais de espetáculos do Grupo Corpo chegam amanhã, 7 de julho de 2017, às plataformas digitais. Muitos balés encenados pelo Grupo Corpo tiveram música criada especialmente para a dança. Foi para a trilha sonora do primeiro espetáculo – apresentado em 1976 pelo grupo mineiro criado em Belo Horizonte (MG) em 1975 – que Milton Nascimento e Fernando Brant (1946 – 2015) compuseram Maria Maria (1976), música que se tornou um dos títulos mais populares do cancioneiro de Milton.


A partir da década de 1990, mais precisamente desde 1992, o Grupo Corpo retomou a prática de encomendar trilhas originais a compositores do universo musical brasileiro como Arnaldo Antunes, Caetano Veloso, Domenico Lancellotti, João Bosco, José Miguel Wisnik, Kassin, Lenine, Marco Antônio Guimarães (do grupo mineiro Uakti), Moreno Veloso, Samuel Rosa e Tom Zé, entre outros.


Desde então, a música da trilha sonora passou a nortear o processo de criação da dança. Mesmo feitas para o espetáculo, as trilhas sonoras dos balés do Grupo Corpo adquiriram relevância fora de cena, sendo editadas em CDs vendidos nas apresentações dos espetáculos da companhia de dança. São discos difíceis de serem encontrados após os términos das temporadas, embora façam parte da discografia oficial de compositores como João Bosco e Lenine.


Essa dificuldade será encerrada com as edições digitais dos discos. Eis, em ordem cronológica, os 13 títulos que estarão disponibilizados em todas as plataformas digitais a partir de 7 de julho:


* Nazareth – de José Miguel Wisnik [sobre obra de Ernesto Nazareth] (1993)

* Bach – de Marco Antônio Guimarães [sobre a obra de J. S. Bach] (1996)

* Paralelo – de Tom Zé e José Miguel Wisnik (1997)

* Benguelê – de João Bosco (1998)

* O Corpo – de Arnaldo Antunes (2000)

* Santagustin – de Tom Zé e Gilberto Assis (2002)

* Onqotô – de Caetano Veloso e José Miguel Wisnik (2005)

* Breu – de Lenine (2007)

* Imã – do trio + 2 | Moreno Veloso, Domenico Lancellotti e Kassin (2009)

* Sem mim – de Carlos Núñez e José Miguel Wisnik (2011)

* Triz – de Lenine (2013)

* Dança sinfônica – de Marco Antônio Guimarães (2015)

* Suíte branca – de Samuel Rosa (2015)


(Crédito da imagem: mosaico com capas de discos de trilhas sonoras de espetáculos do Grupo Corpo)

Deixe uma resposta