Ode em prêmio, biografia, show com Nação e álbum mantêm Ney em cena


A menos de um mês de completar 76 anos, em 1º de agosto, Ney Matogrosso continua no olho do furacão. Iniciada em fevereiro de 2013, a extensa turnê do show Atento aos sinais já está na reta final. Mas homenagem em prêmio, biografia, show com a Nação Zumbi e álbum de estúdio se encarregarão de manter o cantor sul mato-grossense em evidência ao longo dos próximos meses.


A celebração da obra do artista na 28ª edição do Prêmio da Música Brasileira está programada para o dia 19 deste mês de julho de 2017 em festa-show no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Até Chico Buarque, geralmente arisco a eventos do gênero, confirmou presença no elenco de intérpretes com a intenção de cantar As vitrines (1982), música de Chico já gravada por Ney para a trilha sonora do filme Chico – Artista brasileiro (2015).


A biografia está sendo escrita pelo jornalista paulistano Julio Maria – autor do melhor livro sobre a cantora Elis Regina (1945 – 1982), Elis Regina – Nada será como antes (Master Books, 2015) – e será publicada pela editora Companhia das Letras. O desafio do jornalista é apresentar uma biografia que retrate o cidadão Ney de Souza Pereira de forma tão profunda como a exposição do artista no livro Um cara meio estranho (Rio Fundo Editora, 1992), escrito por Denise Pires Vaz, editado há 25 anos e há muito tempo fora de catálogo.


O inédito show com a Nação Zumbi acontece em setembro, dentro da programação do palco Sunset da sexta edição carioca do festival Rock in Rio. Músicas dos repertórios do grupo Secos & Molhados e da banda pernambucana estão previstas no roteiro do show.


Já o álbum está em processo de gestação. Abortado o projeto de um disco focado nos cancioneiros de compositores marginalizados pelo mercado fonográfico brasileiro, Ney começou a preparar álbum de carreira, com regravações de músicas brasileiras e algumas inéditas. Uma das composições cogitadas para o repertório do álbum é A maçã (Raul Seixas, Paulo Coelho e Marcelo Motta, 1975).


(Crédito da imagem: Ney Matogrosso em foto de divulgação Fábio Piva / Red Bull Studios / Rock in Rio)

Deixe uma resposta