Ex-Polegar quer processar Estado por danos morais após erro em prisão

Segundo a Polícia Civil, o mandado contra o ex-músico foi cumprido por volta das 7h na casa onde ele mora no bairro Jardim Ana Rosa. De acordo com o mandado a que o G1 teve acesso, expedido em 24 de maio, ele seria preso pelo débito entre julho de 2016 e março de 2017, com dívida acumulada de R$ 5,8 mil. Ele havia quitado esse valor neste mês e um contramandado foi expedido.

Deixe uma resposta