Ijexá é a primeira chamada de ‘Voo longe’, disco em que Illy canta Djavan


Quase um ano após debutar no mercado fonográfico com Enquanto você não chega, EP editado em julho de 2016, Illy – cantora baiana radicada na cidade do Rio de Janeiro (RJ) – se prepara para lançar em agosto o primeiro álbum, Voo longe, produzido por Moreno Veloso. O primeiro single chega amanhã, 16 de junho, às plataformas digitais com Afrouxa, ijexá pop de autoria de Arnaldo Antunes, Betão Aguiar, Davi Moraes e Pedro Baby que já havia sido apresentado por Illy na web em fevereiro deste ano de 2017.


A faixa gerou clipe roteirizado por Jorge Velloso com Pedro Henrique França e filmado em Salvador (BA), durante a Lavagem do Bonfim, sob a direção de Zunk Ramos. O álbum Voo longe foi batizado com o nome de balada de Quito Ribeiro que versa sobre as dificuldades de um relacionamento a dois.


A única participação do disco é a de Gerônimo, cantor e compositor baiano (pioneiro da axé music) que figura em Sombra da lua, música inédita de Jota Velloso e Alexandre Leão. Já a única regravação do repertório essencialmente inédito de Voo longe é Que foi my love?, título menos ouvido do cancioneiro de Djavan, música lançada pelo autor há 21 anos no CD Malásia (1996) e desde então nunca gravada por outro intérprete.


(Crédito da imagem: capa do single Afrouxa, de Illy)

Deixe uma resposta