Taylor Swift retorna ao catálogo de serviço de streaming

Taylor retirou suas faixas dos serviços de streaming em 2014. Na época, a cantora escreveu um artigo para o Wall Street Journal, dizendo que pirataria, compartilhamento de arquivos e streaming haviam encolhido drasticamente os números de álbuns pagos. “Música é arte, e arte é importante e rara. Coisas raras e importantes são valiosas. Coisas valiosas devem ser pagas. É minha opinião que a música não deve ser gratuita”, escreveu ela.

Deixe uma resposta