Gravação do primeiro show solo de Zé Ramalho é relançada em LP duplo

Após passar por bandas do universo pop nordestino como Os Quatro Loucos e The Gentlemen, Zé Ramalho decidiu partir para a carreira solo na primeira metade da década de 1970 em apresentações no qual poderia mostrar o cancioneiro autoral que já vinha compondo com mix de influências do rock e dos ritmos nordestinos. O primeiro show solo do artista paraibano, Atlântida, foi apresentado em 1973 em três noites no Teatro Santa Roza, em João Pessoa (PB). Captados em fita cassete diretamente da mesa de som, registros ao vivo de oito números deste show seminal foram lançados na compilação dupla Zé Ramalho da Paraíba, editada em 2008 pelo mesmo Selo Discobertas que, nove anos depois, lança na íntegra a gravação ao vivo do espetáculo em formato de LP duplo fabricado pela Novo Disc, empresa que passa a fabricar vinil para disputar mercado com a Polysom.


No mítico show Atlântida, de tom roqueiro, o cantor e compositor se apresentou munido de voz e guitarra (base) ao lado de músicos como Jarbas Muniz (percussão), Josué (guitarra solo), Paulo Batera (bateria) e Wallace (baixo). Foi nesse show que Ramalho apresentou o futuro sucesso Táxi lunar (parceria com os pernambucanos Alceu Valença e Geraldo Azevedo) entre músicas de exclusiva autoria do artista como Brejo do Cruz, Jacarepaguá Blues, Luciela e Terremotos. Fora do trilho autoral, Zé Ramalho cantou músicas como O autor da natureza (Zé Vicente da Paraíba, Passarinho do Norte e Bráulio Tavares) e Puxa-puxa (Cleodato Porto e Carlos Aranha).


(Crédito da imagem: acervo pessoal de Zé Ramalho)

Deixe uma resposta