Caixa celebra bossa de Orlandivo com reedições de álbuns dos anos 1960

Cantor, compositor e percussionista que saiu de cena há quatro meses, Orlandivo Honório de Souza (5 de agosto de 1937 – 8 de fevereiro de 2017) é celebrado na caixa Orlandivo – Bossa, samba e balanço, produzida pelo pesquisador Marcelo Fróes e programada para chegar ao mercado fonográfico neste mês de junho de 2017. A caixa do selo Discobertas acomoda reedições em CD dos três primeiros álbuns deste artista catarinense de vivência musical carioca.


Gravados no rastro da projeção obtida por Orlandivo com compacto de 1961 que trouxe Samba toff (Orlandivo e Robson Jorge), os álbuns A chave do sucesso (1962), Orlann Divo (1964) e Samba em paralelo (1965) foram lançados originalmente pela gravadora Musidisc na primeira metade da década de 1960, no auge artístico e comercial da trajetória fonográfica deste mestre do sambalanço que, na época, adotava o nome artístico de Orlann Divo.


Além da bossa e do balanço do artista, a caixa celebra os 80 anos que Orlandivo poderia festejar em 5 de agosto – se não tivesse saído de cena em fevereiro deste ano de 2017.


(Crédito da imagem: capa da caixa Orlandivo – Bossa, samba e balanço)

Deixe uma resposta