Álbum expõe ícones nordestinos em capa criada à moda de ‘Sgt. Peppers’


Alceu Valença, Dominguinhos (1941 – 2013), Geraldo Azevedo, Chico Science (1966 – 1997), Jackson do Pandeiro (1919 – 1982), Luiz Gonzaga (1912 – 1989), Naná Vasconcelos (1944 – 2016) e Reginaldo Rossi (1944 – 2013) são alguns ícones da cultura musical nordestina reunidos na ilustração feita por Ricardo da Cunha Melo para a capa do álbum que o cantor e compositor pernambucano Gustavo Tiné lança neste mês de junho de 2017.


Tiné é músico nascido em Recife (PE), mas radicado em Lisboa, Portugal, onde gravou este disco em que alinha 22 músicas autorais em 20 faixas. Noites infinitas e O rio de todos nós são composições incluídas no repertório do álbum cuja capa é espécie de Sgt. Pepper’s lonely hearts club band da nação nordestina, 50 anos após a edição do emblemático álbum lançado em 1967 pelo grupo inglês The Beatles.


Projetado em festivais produzidos no Nordeste, Tiné foi um dos fundadores do coletivo MPB Unicap, embrião do Grupo Sertão Brasil, cultuado no circuito universitário de Pernambuco. Sopa de Aruá é a música mais conhecida do artista na região.


(Crédito da imagem: capa do álbum de Gustavo Tiné. Arte de Ricardo da Cunha Melo)

Deixe uma resposta