‘Real – O plano por trás da história’ supera economês e maniqueísmo, mas ainda tem clichês; G1 já viu

Ah, sim. Os incontáveis bordões do trailer (“Eu preciso de um plano!”, “Você acha que eu sou um filho da puta?”, “Ele chamou só a nata da economia brasileira”, “Sua tela de trabalho é o Brasil”, “São milhares de investidores na parada”, “O Real é a moeda do povo!”, para listar alguns) estão todos lá, espalhados ao longo dos 95 minutos do longa. Alguns até perdem um pouco da força quando colocados em contexto, mas ainda garantem o sorriso para quem é fã da prévia — uma espécie de pausa bem-vinda em meio a tanta seriedade.

Deixe uma resposta