Eficiente, ‘A autópsia’ instaura clima de suspense num necrotério

Um necrotério é, ao menos no cinema, por natureza, um ambiente propício a cenário de filmes de terror. É pouco provável, porém, que na vida real sejam mal iluminados, meio sujos e com geladeiras mortuárias com portas que não fecham direito, mesas que rangem ou qualquer outro elemento propício a causar sustos e assombros. O diretor norueguês André Øvredal vale-se de vários desses clichês em seu “A autópsia”.

Deixe uma resposta