Começa nova temporada dos Recitais Vilaboenses na cidade de Goiás

Músicos se apresentam na primeira noite dos Recitais Vilaboenses 2017, na cidade de Goiás (Foto: Divulgação/Seduce)Músicos se apresentam na primeira noite dos Recitais Vilaboenses 2017 (Foto: Divulgação/Seduce)

A temporada 2017 dos Recitais Vilaboenses começa nesta sexta-feira (31) com apresentações de música clássica na cidade de Goiás. O evento deste ano homenageia a musicista Belkiss Spenzieri Carneiro de Mendonça, com 11 recitais realizados na última sexta-feira de cada mês na antiga capital goiana. A entrada é de graça.

O evento começa às 20h desta sexta-feira no Palácio Conde dos Arcos, antiga sede do governo do estado. Os Recitais Vilaboenses são realizados pela Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce) em parceria com a Escola de Música da Universidade de Goiás (UFG).

saiba mais

Nesta noite serão executadas composições de J. Haydn e F. Schubert.  Quem se apresenta são os músicos Lilian Raiol, no violino, Lyubomir Popov, no contrabaixo, David Gardner, no violoncelo, Luciano Pontes, viola, e Ana Flávia Frazão, no piano. De acordo com a organização, o evento é liberado para todos os públicos.

A série de Recitais Vilaboenses começou em 2005, no histórico Teatro São Joaquim, na cidade de Goiás. Com o início da reforma do local, o piano de cauda do local foi levado para o Palácio Conde dos Arcos, que passou a sediar as apresentações de música clássica na antiga capital do estado.

Belkiss Spenzieri

A musicista Belkiss Spenzieri Carneiro de Mendonça morreu em 2005, aos 77 anos. Nascida na cidade de Goiás, ela começou os estudos musicais com sua avó, Nhanhá do Couto, pioneira no ensino de música do país.  Mudou-se para Goiás em 1940, quando começou a se apresentar ao público tocando piano, cantando, recitando e tocando violino.

Aos 14 anos, Belkiss conquistou uma vaga na Escola Superior de Música da Universidade do Brasil, no Rio de Janeiro. Em 1956 voltou para Goiânia e começou a dar aula no Conservatório de Música, que foi transformado na Escola de Música e Artes Cênicas da UFG, onde se aposentou.

Seu trabalho como música e educadora musical a elegeu para a Academia Brasileira de Música e até reconhecimento internacional. Em 2005, ano de seu falecimento, viajou para França e Canadá para apresentar a música goiana.

Programa do recital desta noite:

J.Haydn (1732 -1809)

Piano Trio em Fa Maior Hob.XV

Vivace

Tempo di Menuetto

F.Schubert (1797-1828)

Quinteto em La Maior “A Truta”

Allegro vivace

Andante

Scherzo

Tema e Variações

Finale: Allegro giusto

Cidade de Goiás durante o Fica 2015 (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Cidade de Goiás recebe recitais em 11 edições (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

 

Deixe uma resposta