‘Aquarius’ é eleito 4º melhor filme do ano por revista ‘Cahiers du cinéma’

Filme 'Aquarius' (Foto: Secult/Divulgação)Filme ‘Aquarius’ (Foto: Divulgação)

“Aquarius” ficou em 4º lugar na lista de melhores filmes do ano da tradicional revista francesa. “Cahiers du cinéma”. O filme do diretor Kleber Mendonça Filho foi o único brasileiro entre os escolhidos de 2016 pela tradicional publicação especializada.

saiba mais

O melhor filme do ano, segundo a “Cahiers du cinéma”, foi a comédia alemã “Toni Erdmann”, da diretora Maren Ade. Em segundo lugar ficou o francês “Elle”, de Paul Verhoeven. O controverso “Demônio de neon”, do dinamarquês Nicolas Winding Refn, ficou logo à frente de “Aquarius”.

Polêmica

Envolto em uma série de controvérsias que ajudaram a transformá-lo no filme brasileiro mais comentado do ano, “Aquarius” acabou se beneficiando de uma estreia “quente”, na avaliação do diretor pernambucano Kleber Mendonça Filho em entrevista anterior ao G1.

Para ele, o protesto feito pela equipe do longa no festival de Cannes, em maio, atingiu um “nervo da sociedade” do país. “Quando isso acontece, é gerada uma reação forte de alegria e de dor. A parte da alegria trouxe boas vibrações para o filme, a dor trouxe más vibrações”, disse  o cineasta. Na mostra francesa, que colocou a produção brasileira em sua competição principal, o cineasta e integrantes do elenco exibiram ao mundo cartazes com frases como “um golpe ocorreu no Brasil” e “Brasil não é mais uma democracia”.

Deixe uma resposta