Festival Recife do Teatro Nacional apresenta espetáculos de seis estados

Espetáculo 'O Pão e a Pedra' estreia no Teatro Vila Velha, em Salvador (Foto: Lenise Pinheiro/ Divulgação)Espetáculo ‘O Pão e a Pedra’, da Cia. do Latão, de São Paulo, é uma das atrações do 18º Festival Recife do Teatro Nacional (Foto: Lenise Pinheiro/ Divulgação)

Entre os dias 19 e 27 de novembro, grupos artísticos locais e de outras regiões do país se apresentam no 18º Festival Recife do Teatro Nacional. Serão encenados nos teatros municipais da cidade 17 espetáculos de companhias teatrais de Pernambuco, da Paraíba, de São Paulo, de Minas Gerais, da Bahia e do Ceará.

Durante os nove dias da programação, os teatros Santa Isabel, Barreto Junior, Luiz Mendonça, Apolo e Hermilo recebem as peças do festival, que também acontece no Teatro Joaquim Cardozo, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), localizado no bairro da Madalena, na Zona Norte do Recife. Os ingressos para as apresentações custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

saiba mais

O festival, realizado pela Prefeitura do Recife, tem como homenageado desta edição o Teatro Mamulengo Só-Riso, fundado há 42 anos em Olinda. Uma exposição, contando a trajetória do brinquedo, ficará em cartaz no Centro Apolo Hermilo, no Bairro do Recife, área central da capital pernambucana.

Além das apresentações, o público poderá participar da parte de formação do festival, com oficinas, seminários, leitura dramatizada, mesa redonda, palestras e lançamento de livros. Nessas atividades, a participação é gratuita.

Confira a programação completa do 18º Festival Recife do Teatro Nacional:

Sábado (19)

‘Memórias de um cão’, do Coletivo Alfenim (PB)

Teatro de Santa Isabel, às 20h

Duração: 1h20 – Indicado para maiores de 14 anos

Domingo (20)

‘Severinos, Virgulinos e Vitalinos’, da Dispersos Cia. de Teatro (PE)

Teatro Apolo, às 16h30

Duração: 1h10 – Livre para todos os públicos

‘HARU – A primavera do aprendiz’, da Rapha Santacruz Produções (PE)

Teatro Barreto Júnior, às 16h30

Duração: 60 minutos – Livre para todos os públicos

‘Nossos ossos’, do Coletivo Angu de Teatro (PE)

Teatro Hermilo Borba Filho, às 19h

Duração: 1h20 – Indicado para maiores de 14 anos

Peça Ossos, do Coletivo Angu de Teatro (Foto: Joanna Sultanum/Divulgação)Coletivo Angu de Teatro é uma das companhias participantes do festival (Foto: Joanna Sultanum/Divulgação)

Segunda (21)

‘Severinos, Virgulinos e Vitalinos’, da Dispersos Cia. de Teatro (PE)

Teatro Apolo, às 16h30

Duração: 1h10 – Livre para todos os públicos

‘MEDEIAPonto’, do Grupo Pharcas Sertanejas (PE)

Teatro Hermilo Borba Filho, às 19h

Duração: 1h10 – Indicado para maiores de 14 anos

‘O mascate, a pé rapada e os forasteiros’, da Cia. de Artes Cínicas com Objetos (PE)

Teatro Apolo, às 19h

Duração: 60 minutos – Indicado para maiores de 14 anos

Terça (22)

‘O mascate, a pé rapada e os forasteiros’, da Cia. de Artes Cínicas com Objetos (PE)

Teatro Apolo, às 19h

Duração: 60 min – Indicado para maiores de 14 anos

‘H(EU)stória – O tempo em transe’, de Júnior Aguiar (PE)

Teatro Barreto Júnior, às 20h

Duração: 1h30 – Indicado para maiores de 14 anos

Quarta (23)

‘O pão e a pedra’, da Cia. do Latão (SP)

Teatro Hermilo Borba Filho, às 19h

Duração: 2h50, com intervalo – Indicado para maiores de 16 anos

‘NÓS’, do Grupo Galpão (MG)

Teatro Luiz Mendonça, às 20h30

Duração:1h30 – Indicado para maiores de 14 anos

Quinta (24)

‘O pão e a pedra’, da Cia. do Latão (SP)

Teatro Hermilo Borba Filho, às 19h

Duração: 2h50, com intervalo – Indicado para maiores de 16 anos

Veio Mangaba (Foto: Divulgação/Marcelo Lyra)Espetáculo de Walmir Chagas é apresentado no Teatro Apolo no dia 24 de novembro, às 19h (Foto: Divulgação/Marcelo Lyra)

‘Saudosear – A noite insone de um palhaço’, de Walmir Chagas (PE)

Teatro Apolo, às 19h

Duração: 1h10 – Indicado para maiores de 14 anos

‘NÓS’, do Grupo Galpão (MG)

Teatro Luiz Mendonça, às 20h30

Duração:1h30 – Indicado para maiores de 14 anos

Sexta (25)

‘O pão e a pedra’, da Cia. do Latão (SP)

Teatro Hermilo Borba Filho, às 19h

Duração: 2h50, com intervalo – Indicado para maiores de 16 anos

‘Dois idiotas sentados cada qual em seu barril’, da Borbolina Produções (SP)

Teatro Barreto Júnior, às 20h

Duração: 50 minutos – Indicado para todos os públicos

Sábado (26)

‘O menino e a cerejeira’, da Borbolina Produções (SP)

Teatro Barreto Júnior, às 16h30

Duração: 60 minutos –  Livre para todos os públicos

‘O pão e a pedra’, da Cia. do Latão (SP)

Teatro Hermilo Borba Filho, às 19h

Duração: 2h50, com intervalo – Indicado para maiores de 16 anos

‘Medida por medida’, do Teatro Popular de Ilhéus (BA)

Teatro Luiz Mendonça, às 20h30

Duração: 1h30 – Indicado para maiores de 12 anos

Domingo (27)

‘Vento forte para água e sabão’, da Cia Fiandeiros de Teatro (PE)

Teatro de Santa Isabel, às 16h

Duração: 1h20 – Livre para todos os públicos

‘Sebastiana e Severina’, do Teatro Kamikaze (PE)

Teatro Barreto Junior, às 16h30

Duração 1h10 – Livre para todos os públicos

‘Fishman’, do Grupo Bagaceira (CE)

Teatro Apolo, às 19h

Duração: 1h10 – Indicado para maiores de 14 anos

‘O pão e a pedra’, da Cia. do Latão (SP)

Teatro Hermilo Borba Filho, às 19h

Duração: 2h50, com intervalo – Indicado para maiores de 16 anos

‘Teodorico Majestade’, do Teatro Popular de Ilhéus (BA)

Teatro Luiz Mendonça, às 20h30

Duração:1h30 – Indicado para todos os públicos

Teatro de Santa Isabel, no Recife (Foto: Andréa Rêgo Barros/Divulgação)Teatro de Santa Isabel é um dos locais no Recife que recebem os espetáculos do festival (Foto: Andréa Rêgo Barros/Divulgação)

Programação extra:

Domingo (20)

Exposição Mamulengo Só-Riso

Local: Teatro Hermilo Borba Filho

Abertura: às 10h

Entrada franca

Terça (22)

Leitura Dramatizada de ‘Medeia – O Evangelho’, por Albemar Araújo

Adaptação da obra de Eurípides

Local: Teatro Joaquim Cardozo, às 20h

Livre para todos os públicos

Entrada franca

Quarta (23)

‘Conta Causos’, dos Doutores da Alegria (PE)

Teatro Joaquim Cardozo, às 20h

Livre para todos os públicos

Entrada franca

Sábado (26)

Lançamentos de livros, revista e do projeto ‘Teatro tem programa’

Com Paulo Vieira, Pedro Vilela e Leidson Ferraz

Centro Apolo/Hermilo, às 15h

Entrada franca

Programação formativa:

Quarta (16) a sábado (19)

Oficina/residência: O teatro épico-dialético, por Sérgio de Carvalho (SP)

Centro Apolo/Hermilo, das 9h às 13h

Participação gratuita

Domingo (20)

Palestra: Como se forma e se quebra tradição teatral: mestres e discípulos do teatro russo

Centro Apolo/Hermilo, às 9h

Palestrante: Helena Vassina

Mediador: Diego Albuck

Segunda (21)

Palestra: A arte solitária do autor – a criação dramatúrgica

Centro Apolo/Hermilo, às 9h

Palestrantes: Paulo Vieira e João Denys 

Mediador: Vinícius Vieira

Terça (22)

Palestra: A arte secreta da crítica – o exemplo de Sábato Magaldi

Centro Apolo/Hermilo, às 9h

Palestrantes: Bruno Siqueira, Astier Basílico e Ivana Moura

Mediadora: Isabelle Barros

Sábado (26)

Mesa de debates: Pesquisa de grupo – investimentos e resultados

Centro Apolo/Hermilo, às 9h30

Palestrantes: Sérgio Carvalho; Luiz Reis e Rudimar Constâncio

Mediador: Romildo Moreira

Deixe uma resposta