Festival Animage exibe animações de 29 países e oferece oficinas no Recife

Koyaa Roza, de Kolja Saksida, é um dos curtas que integram a programação do evento (Foto: Reprodução/Koyaa Roza)Koyaa Roza, de Kolja Saksida, é um dos curtas que integram a programação do evento (Foto: Reprodução/Koyaa Roza)

A partir de 22 de novembro, Recife recebe a 7ª edição do Animage – Festival de Cinema Internacional de Animação de Pernambuco. Com uma programação que inclui mostras competitivas, exibição de longas, oficinas e exposição de objetos ópticos, o evento segue até o dia 27. No Cinema São Luiz, na Boa Vista, e no Cinema do Museu, em Apipucos, os ingressos custam R$ 5. Para as atividades na Caixa Cultural Recife, no Centro, e na Aliança Francesa, no Derby, a entrada é gratuita.

Apesar de não ter uma temática geral, as produções a serem exibidas durante o evento giram em torno de temas como questões de gênero e a interferência da tecnologia no cotidiano do ser humano. Todos os longa-metragens dessa edição entram em cartaz na capital pernambucana pela primeira vez, trazendo diferentes interpretações sobre confrontos humanos com a natureza, com a sociedade ou com si mesmo.

saiba mais

Uma das produções é ‘Windows Horses’, que será exibido na abertura do festival. Inédito no Brasil, o longa retrata as descobertas de uma adolescente canadense que viaja para o Irã. A exibição acontece no dia 22 de novembro, no Cinema São Luiz.

Além da mostra competitiva, com 84 curta-metragens de 29 países, a programação do festival também inclui a Mostra Francesa, na Aliança Francesa; a Mostra Brasil, na Caixa Cultural Recife; a Mostra Parque, em locais como o Morro da Conceição e a Praça da Várzea, e a mostra Erótica, no Cinema São Luiz.

Além das mostras, evento ainda oferece oficinas gratuitas de animação (Foto: Costa Neto/Divulgação)Além das mostras, evento ainda oferece oficinas gratuitas de animação (Foto: Costa Neto/Divulgação)

Antes das sessões, o público deve receber três mil sementes de árvores nativas da Mata Atlântica. O ato faz parte de uma ação ambiental do Festival Animage. Há, ainda, oficinas gratuitas de animação para crianças iniciantes e profissionais da área, na Caixa Cultural Recife. Alguns dos eventos acontecem, inclusive, antes da abertura do festival. As inscrições são feitas exclusivamente pelo site do evento e os inscritos passam por processos de seleção.

Confira a programação completa do evento:

Oficinas pré-festival – De 16 a 19 de novembro

Caixa Cultural Recife

9h às 11h (turma 1) e 11h30 às 13h30 (turma 2), de quarta-feira a sábado:

Oficina ‘Desenho Animado (para crianças autistas)’, com Maurício Squarisi.

14h às 18h, de quarta-feira a sábado:

Oficina ‘Técnicas de Sombra Chinesa’, com Wilson Lazarretti

Oficinas Festival – De 22 a 26 de novembro

Caixa Cultural Recife

9h às 13h, terça à sexta-feira (de 22 a 25/11)

Oficina ‘Diário Animado’, com Chloé Mazlo (França)

9h às 13h, de quarta-feira à sábado (de 23 a 26/11)

Oficina ‘Música e Ritmo em Animação’, com Jean-Luc Slock (Bélgica)

Oficinas exclusivas para crianças dos Hospitais Imip e Agamenon Magalhães (de 21 a 26/11)

Exposição Objetos Ópticos – De 22 a 27 de novembro

Caixa Cultural Recife

10h às 20h, terça-feira a sábado. Domingos até às 17h.

Dia 22 de novembro (terça-feira)

Caixa Cultural Recife

14h30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2:

– Chiaroscuro, de Daniel Drummond (Brasil, 2014, 7’48”)

– Koyaa Roza, de Kolja Saksida (Eslovênia, 2014, 3’30”)

– TIS, de Chloë Lesueur (França, 2016, 9’02”)

– Vagabond, de Pedro Ivo Carvalho (Dinamarca, 2015, 7’25”)

– Extra Champignons, de Lori Malépart-Traversy (Canadá, 2015, 2′)

– A Taste of Reign, de Stefan Katanić (Sérvia, 2015, 4’29”)

– PAWO, de Antje Heyn (Alemanha, 2015, 7’39”)

– El Pescador, de Willka Romero e Mayra Buxareo (Argentina, 2015, 2’38”)

– Hypertrain, de Etienne Kompis & Fela Bellotto (Suíça, 2016, 3’35”)

– Fulfilament, de Rhiannon Evans (Reino Unido, 2015, 7’33”)

16h – Sessão Mostra Competitiva 1:

– Me by You, de David Buob (Alemanha, 2016, 5′)

– Sick Building Syndrome, de Chun-Tien Chen & Chen-Yu Yang (Taiwan, 2015, 4’02”)

– Até a China, de Marão (Brasil, 2015, 15′)

– Lá Vem a Papangusa, de Chia Beloto (Brasil, 2016, 1′)

– Däwit, de David Jansen (Alemanha, 2015, 14’50”)

– Kosmos, de Daria Kopiec (Polônia, 2016, 2’29”)

– Radio Wave, de Ryotaro Miyajima (Japão, 2016, 3’09”)

– Fleischwelt, de Ara Jo (Alemanha, 2015, 52″)

– Quacksalver, de Jorn Leeuwerink (Países Baixos, 2015, 3’26”)

– Dinner For Few, de Nassos Vakalis (Estados Unidos, 2014, 10’10”)

17h30 – Sessão Mostra Competitiva 3:

– Giz, de Cesar Cabral (Brasil, 2015, 7’28”)

– Peripheria, de David Coquard Dassault (França, 2016, 12′)

– What happens in your brain if you see a german word like…?, de Zora Rux (Alemanha, 2015,

5’20”)

– L’heure du thé, de Guillaume Blanchet (França, 2015, 4’02”)

– Ruben Leaves, de Frederic Siegel (Suíça, 2015, 5′)

– Animation Hotline, 2015, de Dustin Grella (Estados Unidos, 2015, 7’05”)

– Golden Egg, de Srinivas Bhakta (Singapura, 2016, 8’20”)

– Opia, de Shanta Jethoe (Países Baixos, 2016, 5’07”)

– Trial & Error, de Antje Heyn (Alemanha, 2016, 5’27”)

– Az Sarzaminhaye Sharghi, de Sarah Tabibzadeh (Irão, 2015, 5′)

Aliança Francesa

16h – Sessão Mostra Especial Francesa ‘Gobelins, a Escola da Imagem’:

– Une Noce en Enfer, de Yannick Boireau, Pierre Butet, Magali Garnier e Clémence Maret

(2015,2′)

– Nebula, de Camille André, Sarah Simon, Alexis Kerjosse, Myriam Fourati, Clément Doranlo,

Jong Hyun Jung-Boix e Marion Bulot (2014, 3′)

– 8.9, de Pedro Vergani (2014, 3′)

– Floating in My Mind, de Hélène Leroux (2013, 3′)

– Le Ballet, de Louis Thomas (2012, 4′)

– Hurley’s Irish, de Pierre Rütz, Eve Guastella, Estelle Chaloupy, Eve Guastella e Clément De

Ruyter (2012, 1′)

– Fur, de Vincent Nghiem, Claire Fauvel, Marion Delannoy, François Barreau e Rachid

Guendouze (2011, 6′)

– Le Royaume, de Nuno Alves Rodrigues, Oussama Bouacheria, Julien Chheng, Sebastien

Hary, Aymeric Kevin, Franck Monier e Ulysse Malassagne (2010, 4′)

– For Sokc’s Sake, de Carlo Vogele (2008, 4′)

– ApreÈs La Pluie, de Charles-André Lefebvre, Manuel Tanon-Tchi, Louis Tardivier/Sébastien

Vova e Emmanuelle Walker (2011, 3′)

– Oktapodi, de Julien Bocabeille, Olivier Delabarre, François-Xavier Chanioux, Emud Mokhberi,

Quentin Marmier e Thierry Marchand (2007, 3′)

– Burning Safari, de Vincent Aupetit, Jeanne Irsenski, Aurélien Predal, Claude-William Trebutien,

Maxime Maleo e Florent de La Taille (2005, 2′)

– Le Building, de Marco Nguyen, Xavier Ramonède, Pierre Périfel, Olivier Staphylas e Rémi

Zaarour (2005, 1′)

– Rhapsodie Pour Un Pot-Au-Feu (Gobelins), de Marion Roussel/Charlotte Cambon/Stéphanie

Mercier/Marion Roussel (2012, 2′)

– In Between (Gobelins), de Alice Bissonnet, Aloyse Desoubries Binet, Sophie Markatato,

Juliette Laurent, Sandrine e Hanji Kuang (2012, 3′)

– La Migration Bigoudenn, de Eric Castaing, Alexandre Heboyan e Fafah Togora (2004, 2′)

Cine São Luiz

19h – Sessão Mostra Expectativa e Abertura com longa ‘Windows Horses’, de Ann Marie Fleming (Canadá, 85′)

Windows Horses, de Ann Marie Fleming, abrirá a sétima edição do Animage (Foto: Reprodução/Windows Horses)Windows Horses, de Ann Marie Fleming, abrirá a sétima edição do Animage (Foto: Reprodução/Windows Horses)

Dia 23 de novembro (quarta-feira)

Caixa Cultural Recife

14:30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1:

– Utö, de David Buob (Alemanha, 2014, 7’38”)

– Monsieur Lune, de Julien Seze (França, 2014, 4’44”)

– Feathers, de Hands On Deck (Canadá, 2016, 6’02”)

– Pyracantha, de Negareh Halimi (Irã, 2015, 6’21”)

– Nimbus – O caçador de nuvens, de Marco Nick (Brasil, 2016, 16’43”)

– Etwas, de Elena Walf (Alemanha, 2015, 7′)

– Soberano Papeleo, de Lala Severi (Uruguai, 2014, 2’52”)

– The Red Herring, de Leevi Lemmetty (Finlândia, 2015, 6’30”)

16h – Sessão Mostra Competitiva 5:

– Petrova šuma, de Martina Mestrovic (Croácia, 2016, 8’25”)

– Beach Flags, de Sarah Saidan (França, 2014, 13’19”)

– I Said I Would Never Talk About Politics, de Aitor Oñederra (Espanha, 2015, 3’30”)

– Velodrool, de Sander Joon (Estônia, 2016, 6’11”)

– The Wrong End of the Stick, de Terri Matthews (Reino Unido, 2016, 9’40”)

– Hipopotamy, de Piotr Dumala (Polônia, 2014, 12’29”)

– The Five Minute Museum, de Paul Bush (Reino Unido, 2015, 7′)

17h – Sessão Mostra Competitiva 4:

– Los Aeronautas, de León Fernández (México, 2016, 11′)

– A Single Life, de Job Roggeveen, Joris Oprins e Marieke Blaauw (Países Baixos, 2014, 2’15”)

– Parallel Lines, de Valentina Stanislavskaia (Estados Unidos, 2015, 5’35”)

– Skameiki Np. 0458, de Ivan Maximov (Rússia, 2015, 6’32”)

– Brutalism, de Jessica Poon (Estados Unidos, 2014, 3′)

– Un obus partout, de Zaven Najjar (França, 2015, 8’50”)

– Stop Peeping, de Wong Ping (Hong Kong, 2014, 3’48”)

– Du Plomb dans la Tête, de Aurore Peuffier (França, 2016, 7’41”)

– Caramelman, de Jihye Jung (Coreia do Sul, 2015, 3’10”)

– Coda, de Alan Holly (Irlanda, 2013, 9′)

Cinema do Museu

15h – Sessão Mostra Competitiva 7:

– Kinki, de Izumi Yoshida (Polônia, 2015, 10’12”)

– Hummingbird’s Wings, de Dustin Grella (Estados Unidos, 2015, 1’48”)

– Sredi chernyh voln, de Anna Budanova (Rússia, 2016, 11′)

– Yöperhonen, de Annika Dahlsten (Finlândia, 2015, 5’03”)

– Saison 1992, de Brigitte Archambault (Canadá, 2014, 8’09”)

– Cachorro Loko, de Igor Shin Moromisato (Alemanha, 2015, 5’30”)

– O Ex-Mágico, de Mauricio Nunes e Olimpio Costa (Brasil, 2016, 11’11”)

– Novell, de Inka Matilainen (Finlândia, 2014, 7’17”)

17h – Sessão Mostra Competitiva 1 (reprise)

19h – Sessão Mostra Competitiva 2:

– Sonámbulo, de Theodore Ushev (Croácia, 2015, 4’20”)

– Elu Herman H. Rott’iga, de Chintis Lundgren (Estónia, 2015, 11′)

– The Deal, de Ewa Smyk (Polônia, 2015, 4’28”)

– Hereafter, de Natália Azevedo Andrade (Hungria, 2016, 3’52”)

– Decorado, de Alberto Vázquez (Espanha, 2016, 11′)

– En Heng, de Wang Yu-zi (China, 2014, 1’25”)

– Sonder During End Times, de Stephanie Delazeri (Estados Unidos, 2015, 6′)

– Rasgo, de Diego Akel (Brasil, 2015, 35″)

– Sieben Mal am Tag beklagen wir unser Los und nachts stehen wir auf, um nicht zu träumen,

de Susann Maria Hempel (Alemanha, 2014, 18′)

Aliança Francesa

16h – Sessão Mostra Especial Francesa ‘Gobelins, a Escola da Imagem’:

– Made in China , de Vincent Tsui (2015, 3′)

– Shudô, de To-Anh Bach, Charles Badiller, Hugo Weiss (2015, 2′)

– Mortel Breakup Inferno, de Paula Assadourian, Débora Cruchon, Thibaud Gayral, Maxime

Delalande, Batiste Perron, Marlène Beaube (2014, 3′)

– Hors Champ, de Hugo De Faucompret, Pierre Pinon, Johan Ravit, Arthus Pilorget, Valentin

Stoll (2014, 1′)

– Coil, de Juliette Peuportier, Julie Robert, Arnaud Tribout, Eva Lusbaronian, Charles Badiller

(2014, 1′)

– Fol Amor, de Augustin Clermont , Marthe Delaporte , Gaspard Sumeire , Maïlys Garcia , Gilles

Cortella , Clément De Ruyter (2013, 2′)

– Un Conte, de Guillaume Arantes (2013, 2′)

– Eclipse, de Théo Guignard, Nöé Lecombre, Hugo Moreno (2012, 4′)

– One Day, de Joël Corcia, Bung Nguyen, Thomas Reteuna, Laurent Rossi, Bernard Som (2012

4′)

– Vésuves, de Kevin Manach (2011,3′)

– Les Chiens Isolés, de Rémi Bastie, Jonathan Djob Nkondo, Jérémy Pires, Kevin Manach,

Paul Lacolley, Nicolas Deghani (2011,6′)

– 3 Petis Points, de Lucrèce Andreae, Albert Dieudonné, Tracy Nowocien, Ornélie Prioul,

Tracy Schaepman, Florian Parrot (2010, 3′)

– Jean-Luc, de Arthur Peltzer, Jean-Baptiste Maligne, Paul Nivet, Julien Daubas, Jérémy

Macedo, Fabien Guillaume (2010, 2′)

– Le Ruban, de Thomas Charra, Michaël Crouzat, Kherveen Dabylall, Denis Do, Gabriel Jolly-

Monge (2019, 3′)

– Blind Spot Simon Rouby, Johanna Bessiere, Nicolas Chauvelot, Olivier Clert, Cécile Dubois

Herry, Yvon Jardel (2014, 3′)

– Jurannessic, de In-Ah Rödiger, Simon Pierre Andriveau, Yann Avenati, Hervé Barbereau,

Louis Clichy (2002, 1′)

– Myosis (GOBELINS) Emmanuel Asquier-Brassart, Guillaume Dousse, Thibaud Petitpas,

Adrien Gromelle, Ricky Cometa (2013, 3′)

– Duo (GOBELINS), de Janis Aussel, Elsa Boyer, Marie-Pierre Demessant, Dorian Lee, Laurent

Moing, Guitty Mojabi, Aron Bothman (2014,3′)

Cine São Luiz

19h – Sessão Especial Longa ‘Anomalisa’, de Duke Johnson e Charlie Kaufman (EUA, 90′).

Dia 24 de novembro (quinta-feira)

Caixa Cultural Recife

14h30 – Sessão Mostra Competitiva 6:

– Blue Eyes – in Harbor Tale- , de Yuichi Ito (Japão, 2014, 8′)

– Quando os Dias Eram Eternos, de Marcus Vinicius Vasconcelos (Brasil, 2016, 12′)

– Rascunho da Bíblia, de Márcia Deretti e Márcia Júnior (Brasil, 2015, 1’35”)

– Historias Contaminadas, de Denis Chapon (Argentina, 2014, 9′)

– La Vie Magnifique Sous L’eau, de Joël Vaudreuil (Canadá, 2015, 15’45”)

– 100 Años Genocidio Armenio, de Pablo Gostanian (Argentina, 2015, 3’36”)

– Vieil Ours, de Chen Chen (França, 2016, 11’32”)

16h – Sessão Mostra Competitiva 7 (reprise)

17h30 – Masterclass: ‘Cryptokinografia’ apropriado ao universo animado de A Menina Sem Mãos, com Sébastien Laudenbach.

A Single Life, de Job Roggeveen, Joris Oprins e Marieke Blaauw (Foto: Reprodução/A Single Life)A Single Life, de Job Roggeveen, Joris Oprins e Marieke Blaauw, será exibido durante a mostra competitiva (Foto: Reprodução/A Single Life)

Cinema do Museu

15h30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise)

17h – Sessão Mostra Competitiva 3 (reprise)

19h – Sessão Mostra Competitiva 4 (reprise)

Aliança Francesa

16h – Sessão Mostra Especial Francesa: longa ‘Adama’, de Simon Rouby (França, 85 minutos)

Cine São Luiz

19h – Sessão Mostra Especial Best Of Annecy:

– Mademoiselle Kiki et les Montparnos, de Amélie Harrault (2012, França, 15′)

– Lettres de Femmes, de Augusto Zanovello (2013, França, 12′)

– El Canto, de Inès Sedan (2014, França, 8′)

– Le Sens Du Toucher, de Jean-Charles Mbotti Malolo (2014, França, 14′)

– Sillon 672, de Bastien Dupriez (2014, França, 4′)

– Chaud Lapin, de Flora Andrivon, Soline Bejuy, Alexis Magaud, Géraldine Gaston e Maël

Berreur (2014, França, 5′)

– The race, de Michaël Le Meur (2015, França, 14′)

20h30 – Sessão Especial: longa ‘Rocks in My Pockets’, de Signe Baumane (EUA/Letônia, 88 minutos)

Dia 25 de novembro (sexta-feira)

Caixa Cultural Recife

14h30 – Sessão Mostra Competitiva 2 (reprise)

16h – Sessão Mostra Competitiva 8:

– A Love Story, de Anushka Kishani Naanayakkara (Reino Unido, 2016, 7’04”)

– The Noise, de Pooya Razi (Canadá, 2014, 17′)

– Gyros Dance, de Piotr Loc Hoang Ngoc (Polônia, 2016, 14’39”)

– Rock is Not an Attitude, de Xiaoxiao Tang (Estados Unidos, 2014, 5’09”)

– Bárbara Balaclava, de Thiago Martins de Melo (Brasil, 2016, 14’37”)

17h30 – Masterclass:Etapas do Processo de Realização em Animação, com Rosana Urbes

Cinema do Museu

15h30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)

17h00 – Sessão Mostra Competitiva 6 (reprise)

19h00 – Sessão Mostra Competitiva 5 (reprise)

Aliança Francesa

16h – Sessão Mostra Especial Francesa – Best Of Annecy (Infantil):

– Plato, de Leonard Cohen (2011, França, 8′)

– Le Jardin Enchanté, de Viviane Karpp (2011, França, 3′)

– Premier Automne, de Aude Danset e Carlos De Carvalho (2013, França, 10′)

– 5 mètres 80, de Nicolas Deveaux (2013, França, 5′)

– La Grosse Bête, de Pierre-Luc Granjon (2013, França, 6′)

– Ascension, de Caroline Domergue, Martin de Coudenhove, Thomas Bourdis, Florian

Vecchione e Colin Laubry (2013, França, 7′)

– La Petite Casserole D’Anatole, de Éric Montchaud (2014, França, 5′)

– La Moufle, de Clémentine Robach (2014, França, 8′)

– Tigres À La Queue Leu Leu, de Benoît Chieux (2014, França, 8′)

– Captain 3D, de Victor Haegelin (2014, França, 3′)

Cine São Luiz

19h – Sessão Especial: longa ‘A Menina Sem Mãos’, de Sébastien Laudenbach (França, 76 minutos)

Pollinate, de Eva Midgley, está entre os curtas que serão exibidos na Mostra Erótica, no Cinema São Luiz (Foto: Reprodução/Pollinate)Pollinate, de Eva Midgley, está entre os curtas que serão exibidos na Mostra Erótica, no Cinema São Luiz (Foto: Reprodução/Pollinate)

 

20h30 – Sessão Mostra Especial Erótica:

– What She Wants, de Ruth Lingford (Reino Unido, 1994, 5’01”)

– Le Clitoris, de Lori Malépart-Traversy (Canadá, 2016, 3’16”)

– A Nyalintás Nesze, de Nadja Andrasev (Hungria, 2015, 9’15”)

– Appetizer, de Sara Koppel (Dinamarca, 2011, 1’07”)

– Don’t Tell Mom, de Sawako Kabuki (Japão, 2015, 3’18”)

– Kosmos, de Daria Kopiec (Polônia, 2016, 2’29”)

– Summer’s Puke is Winter’s Delight, de Sawako Kabuki (Japão, 2016, 3′)

– Luv is…, de Nina Paley (Estados Unidos, 1998, 3’28”)

– Pollinate, de Eva Midgley (Estados Unidos, 2012, 1’56”)

– Little Vulvah and her Clitoral Awareness, de Sara Koppel (Dinamarca, 2013, 4’30”)

– DNI CIPKI, de Kasia Szaulińska (Alemanha, 2010, 1’18”)

– Master Blaster, de Sawako Kabuki (Japão, 2015, 4′)

– Maku (Veil), de Yoriko Mizushiri (Japão, 2014, 5’26”)

– Dildoman, de Asa Sandzén (Suecia, 2009, 4’01)

– Naked Love – Ea’s garden, de Sara Koppel (Dinamarca, 2012, 7′)

Dia 26 de novembro  (sábado)

Caixa Cultural Recife

14h30 – Sessão Mostra Parque 1 (reprise)

16h – Sessão Mostra Parque 2 (reprise)

17h – Sessão Mostra Brasil:

– Òrun Àiyé: a Criação do Mundo, de Jamile Coelho e Cintia Maria (Salvador, 2015, 12′)

– Chiaroscuro, de Daniel Drummond (São Luis, 2014, 7’48”)

– Nimbus – O caçador de nuvens, de Marco Nick (Belo Horizonte, 2016, 16’43”)

– Bárbara Balaclava, de Thiago Martins de Melo (São Luis, 2016, 14’37”)

– O Ex-Mágico, de Mauricio Nunes e Olimpio Costa (Recife, 2016, 11’11”)

– Quando os Dias Eram Eternos, de Marcus Vinicius Vasconcelos (São Paulo, 2016, 12′)

– Rascunho da Bíblia, de Márcia Deretti e Márcia Júnior (Goiânia, 2015, 1’35”)

– Lá Vem a Papangusa, de Chia Beloto (Olinda, 2016, 1′)

– Rasgo, de Diego Akel (Fortaleza, 2015, 35″)

– Giz, de Cesar Cabral (São Paulo, 2015, 7’28”)

– Até a China, de Marão (Rio de Janeiro, 2015, 15′)

Cinema da Fundação Museu

15h30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise)

17h00 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)

19h00 – Sessão Mostra Competitiva 8 (reprise)

Praça da Várzea

17h30 – Sessão Mostra Parque 1:

– Òrun Àiyé: a Criação do Mundo, de Jamile Coelho e Cintia Maria (Brasil, 2015, 12′)

– Fishwitch, de Adrienne Dowling (Irlanda, 2016, 9’59”)

– El Nen i l’Eriçó, de Marc Riba & Anna Solanas (Espanha, 2016, 3′)

– Mobilis, de Diego Akel (Brasil, 2014, 48″)

– Stakleni Covjek, de Daniel Suljic (Croácia, 2015, 6′)

– Gaidot Jauno gadu, de Vladimir Leschiov (Letônia, 2016, 8′)

– Ślady ulotne, de Agnieszka Waszczeniuk (Polônia, 2016, 8′)

– Fulfilament, de Rhiannon Evans (Reino Unido, 2015, 7’33”)

18h30 – Sessão Mostra Parque 2:

– Vagabond, de Pedro Ivo Carvalho (Dinamarca, 2015, 7’25”)

– Miss & Grubs, de Jonas Brandão e Camila Kamimura (Brasil, 2015, 9’53”)

– La Valse Mécanique, de Julien Dykmans (França, 2015, 5’47”)

– El trompetista, de Raúl Robin Morales Reyes (México, 2014, 10′)

– Finito, de Mauricio Bartok (México, 2016, 3′)

– Beto, de Dante Sorgentini (Argentina, 2015, 4′)

– Orvalho, de Diego Akel (Brasil, 2015, 1’02”)

– Whoopadoo, de Kalina Horon (Polónia, 2015, 1’03”)

– Hugo Bumfeldt, de Éva Katinka Bognár (Hungria, 2015, 12’02”)

– Lá Vem ao Homem da Meia Noite, de Chia Beloto (Brasil, 2016, 1′)

Parque Dona Lindu

17h30 – Sessão Mostra Parque 1 (reprise/simultânea)

18h30 – Sessão Mostra Parque 2 (reprise/simultânea)

Morro da Conceição

17h30 – Sessão Mostra Parque 1 (reprise/simultânea)

18h30 – Sessão Mostra Parque 2 (reprise/simultânea)

Cine São Luiz

19h – Sessão Especial: longa ‘A Tartaruga Vermelha’, de Michael Dudok de Wit

(Japão/França/Bélgica, 80′)

A Tartaruga Vermelha, de Michael Dudok de Wit (Foto: Reprodução/A Tartaruga Vermelha)A Tartaruga Vermelha, de Michael Dudok de Wit (Foto: Reprodução/A Tartaruga Vermelha)

Dia 27 de Novembro – domingo

Caixa Cultural Recife

14h30 – Sessão Mostra Parque 3 (reprise)

16h00 – Sessão Mostra Parque 4 (reprise)

Cinema do Museu

15h – Premiação Mostra Competitiva

19h – Sessão Especial Longa “Canção do Oceano” de Tomm Moore

(Irlanda/Bélgica/Dinamarca/França/Luxemburgo, 93 minutos).

Praça da Várzea

17h30 – Sessão Mostra Parque 3:

– Utö, de David Buob (Alemanha, 2014, 7’38”)

– Gurium, de Ana Fernandez Comes (Argentina, 2015, 3’45”)

– Repentino, de Diego Akel (Brasil, 2015, 46″)

– FOI O FIO, de Patrícia Figueiredo (Portugal, 2014, 5’27”)

– Back Home, de Inês Fernandes (Países Baixos, 2015, 5’02”)

– Súbito, de Ayodê França (Brasil, 2015, 3’33”)

– Khanoome Gol Mikhaki, de Sarah Tabibzadeh (Irã, 2014, 11′)

– L’Oiseau pleureur, de Claire Ledru (França, 2016, 9’08”)

– Vlucht, de Reynaert Vosveld (Países Baixos, 2016, 4’46”)

– Hypertrain, de Etienne Kompis & Fela Bellotto (Suíça, 2016, 3’35”)

18:30 – Sessão Mostra Parque 4:

– Zdarzenie plastyczne, de Tymon Albrzykowski (Polônia, 2016, 5’11”)

– The Lighthouse, de Simon Scheiber (Países Baixos, 2015, 11’20”)

– TEUN, de Thanut Rujitanont (Tailândia, 2016, 4’13”)

– Fongopolis, de Joanna Kozuch (Eslováquia, 2014, 13′)

– Laboratorium, de Natalia Nguyen (Polônia, 2015, 8′)

– Cursed, de Juba Polati (Brasil, 2015, 1’56”)

– Dota, de Petra Zlonoga (Croácia, 2016, 4′)

– Tu Tamo, de Alexander Stewart (Croácia, 2015, 4′)

– O Projeto do Meu Pai, de Rosaria (Brasil, 2016, 6′)

Parque Dona Lindu

17h30 – Sessão Mostra Parque 3 (reprise/simultânea)

18h30 – Sessão Mostra Parque 4 (reprise/simultânea)

Morro da Conceição

17h30 – Sessão Mostra Parque 3 (reprise/simultânea)

18h30 – Sessão Mostra Parque 4 (reprise/simultânea)

Endereços:

Caixa Cultural Recife: Av. Alfredo Lisboa, 505 – Bairro do Recife

Telefone: (81) 3425-1915

Cine São Luiz: R. da Aurora, 175 – Boa Vista, Recife

Telefone: (81) 3184-3157

Cinema do Museu: Av. Dezessete de Agosto, 2187 – Casa Forte, Recife

Telefone: (81) 3073-6272

Aliança Francesa: R. Amaro Bezerra, 466 – Derby, Recife

Telefone: (81) 3202-6262

Praça da Várzea: Av. Afonso Olindense, S/N – Várzea, Recife

Parque Dona Lindu: Avenida Boa Viagem, s/n – Boa Viagem

Morro da Conceição: Praça do Morro da Conceição, 211

Hospital Imip: R. dos Coelhos, 300 – Boa Vista, Recife

Telefone: (81) 2122-4100

Hospital Agamenon Magalhães: Estr. do Arraial, 2723 – Casa Amarela, Recife

Telefone: (81) 3184-1600

Deixe uma resposta