Prêmio Jabuti divulga lista dos vencedores de 2016

Julián Fuks levou o Prêmio Jabuti na categoria Romance pelo livro 'A Resistência' (Foto: Reprodução/YouTube/Companhia das Letras)Julián Fuks levou o Prêmio Jabuti na categoria Romance pelo livro ‘A Resistência’ (Foto: Reprodução/YouTube/Companhia das Letras)

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) divulgou nesta sexta-feira (11) os vencedores do 58º Prêmio Jabuti, o maior prêmio de literatura no Brasil. Veja abaixo a lista com os principais vencedores e clique aqui para saber os vencedores em todas as categorias.

saiba mais

O escritor Julián Fuks levou o prêmio na categoria Romance pelo livro “A Resistência”, que retrata a história de uma família na Argentina a partir do golpe de 1976. Na categoria Poesia, o vencedor foi o músico e poeta Arnaldo Antunes com “Agora Aqui Ninguém Precisa de Si”, uma coletânea de poemas inéditos.

A cerimônia de entrega do Jabuti acontecerá em 24 de novembro, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo (SP). Os primeiros colocados receberão o troféu Jabuti e R$ 3,5 mil. Os ganhadores dos segundos e terceiros lugares também ganharão o troféu.

Neste dia, também serão revelados os vencedores dos prêmios de Livro do Ano – Ficção e Livro do Ano – Não Ficção, que serão comtemplados com o prêmio de R$ 35 mil cada, além da estatueta dourada.

Formado por especialistas de cada categoria, o júri foi indicado pelo Conselho Curador do Prêmio, composto por Marisa Lajolo, Antonio Carlos de Morais Sartini, Frederico Barbosa, Luís Carlos de Menezes e Pedro Almeida. A relação de finalistas foi validada pelo Conselho Curador e pela Auditoria Ecovis Pemom.

ROMANCE

1º lugar: “A Resistência”, Julián Fuks (Companhia das Letras)

2º lugar: “Bazar Paraná”, Luis S. Krausz (Benvirá)

3º lugar: “Desesterro”, Sheyla Smanioto (Record)

CONTOS E CRÔNICAS

1º lugar: “Amora”, Natalia Borges Polesso (Não Editora)

2º lugar: “As Mentiras que as Mulheres Contam”, Luis Fernando Verissimo (Objetiva)

3º lugar: “Eles Não Moram Mais Aqui”, Ronaldo Cagiano (Editora Patuá)

In Memoriam: “Jeito de Matar Lagartas”, Antonio Carlos Viana (Companhia das Letras)

POESIA

1º lugar: “Agora Aqui Ninguém Precisa de Si”, Arnaldo Antunes (Companhia das Letras)

2º lugar: “Ópera de Nãos”, Salgado Maranhão (7Letras)

3º lugar: “Da Lua Não Vejo a Minha Casa”, Leonardo Aldrovandi (V. de Moura Mendonça Livros, Selo Demônio Negro)

REPORTAGEM E DOCUMENTÁRIO

1º lugar: “Cova 312”, Daniela Arbex (Geração)

2º lugar: “A Outra História da Lava-jato”, Paulo Moreira Leite (Geração)

3º lugar: “A Noite do Meu Bem”, Ruy Castro (Companhia das Letras)

BIOGRAFIA

1º lugar: “Mário de Andrade: Eu sou Trezentos: Vida e Obra”, Eduardo Jardim (Edições de Janeiro)

2º lugar: “Tancredo Neves: a Noite do Destino”, José Augusto Ribeiro (Civilização Brasileira)

3º lugar: “D. Pedro: a História não Contada”, Paulo Rezzutti (Leya)

INFANTIL

1º lugar: “Inês”, Roger Mello (Companhia das Letrinhas)

2º lugar: “Lá e Aqui”, Carolina Moreyra e Odilon Moraes (Editora Zahar)

3º lugar: “A Divina Jogada”, José Santos (Editora Nós)

JUVENIL

1º lugar: “O Labatruz e Outras Desventuras”, Judith Nogueira (Quatro Cantos)

2º lugar: “Cartas a Povos Distantes”, Fábio Monteiro (Paulinas)

3º lugar: “Iluminuras”, Rosana Rios (Editora Lê)

TRADUÇÃO

1º lugar: “Hamlet”, Lawrence Flores Pereira (Companhia das Letras)

2º lugar: “Poética”, Paulo Pinheiro (Editora 34)

3º lugar: “O Sumiço”, Zéfere (Autêntica)

ADAPTAÇÃO

1º lugar: “Hamlet ou Amleto”, Rodrigo Lacerda (Editora Zahar)

2º lugar: “A Flauta Mágica e o Livro da Sabedoria”, Del Candeias (Sesi-SP Editora)

3º lugar: “Auto da Barca do Inferno”, Ivo Barroso (Sesi-SP Editora)

ILUSTRAÇÃO

1º lugar: “Novelas Exemplares”, Vânia Mignone (Cosac Naify)

2º lugar: “Terra Papagalli”, Eduardo Parentoni Brettas (Marte Cultura e Educação)

3º lugar: “Quando me Descobri Negra”, Mateu Velasco (Sesi-SP Editora)

Deixe uma resposta