‘Os Incontestáveis’: filme com Mozine e Will estreia no Festival de Vitória

Belmonte (Mozine) e Maurício (Will) percorrem o interior do ES em um Oppala no 1º longa-metragem de Alexandre Serafini, (Foto: Reprodução/ Os incontestáveis)Belmonte (Mozine) e Maurício (Will) percorrem ES no 1º longa de Serafini (Foto: Reprodução/ Os incontestáveis)

“Os Incontestáveis”, road movie capixaba com os músicos Will Just (do Muddy Brothers) e Mozine (Mukeka di Rato, os Pedrero e Merda), estreia no encerramento do “Festival de Cinema de Vitória” no dia 19 (quarta), no Teatro Carlos Gomes, Centro de Vitória.

No 1º longa-metragem de Alexandre Serafini, os irmãos Belmonte (Mozine) e Maurício (Will) percorrem o interior do estado em um Oppala amarelo, ano 73, em busca do antigo Maverick do pai, que os abandonou na infância.

O ator Tonico Pereira vive o vilão "Lobo" (Foto: Reprodução/ Os incontestáveis)Tonico Pereira (à direita) vive o vilão ‘Lobo’

(Foto: Reprodução/Os incontestáveis)

O elenco conta ainda com Fernando Teixeira (de Velho Chico), Marcus Konká (A noite dos chupa-cabras) e Tonico Pereira (A grande família).

Fábio Mozine disse que trabalhar em “Os incontestáveis” foi uma luta.

“Não foi fácil, não sou ator, tive que me dedicar muito. Mas o filme está impecável, no nível de qualquer produção nacional. Só não me sinto confortável com a minha atuação”.

Ele conta que interpreta nas telas uma personalidade completamente contrária à dele. “Abandonei aquele homem assim que acabou. Ele é tosco demais, grosseiro. Quando me escalaram pensaram que tinha alguma coisa minha, mas não tem nada a ver”, completa.

Will fala que foi ‘dureza’ atuar pela primeira vez com um papel principal, mas o diretor, a produção e o amigo deixaram as coisas mais fáceis.

“Foi muito bom atuar o Mozine, a gente ensaiava juntos e essas coisas. Ele divertia o set. O Serafini nos treinou bem e deixou a gente agir da forma mais natural. As falas se adaptaram a nós e não o contrário”, completa.

1º longa-metragem de Alexandre Serafini estreia no Festival de Cinema de Vitória (Foto: Divulgação/ Os Incontestáveis)1º longa de Serafini estreia no Festival de Cinema

de Vitória (Foto: Divulgação/ Os Incontestáveis)

Diretor

O diretor Alexandre Serafini disse que o filme traz bastante humor, e mau-humor.

“No final vai ficando mais fantástico, lembra até ‘O exército de Brancaleone’. Acho que os filmes estão muito caretas, cheios de explicação. A vida não é assim, não tem personagens bem construídos na vida real”, comentou.

Ele conta que rodar o Road Movie com carros antigos foi uma escolha complicada. 

“Era difícil porque fazia muito calor naquele verão de 2015 e a gente não podia sobrecarregar os motores”.

O filme, rodado em quatro semanas, foi a realização de um sonho antigo de Serafa. Ele também arriscou ao usar não-atores como protagonistas.

“Foi uma aposta que eu sabia que se desse certo ia fazer a história funcionar com uma veracidade e uma organicidade mais forte. Acabou que eles relaxaram e gozaram, se divertiram interpretando os papéis”, disse.

 Serviço: 

”Os Incontestáveis” – Sessão Especial de Encerramento do Festival de Cinema de Vitória

 Data:  19 de novembro (sábado)

 Horári o: 19h30 

Local: Teatro Carlos Gomes. Praça Costa Pereira, s/n, Centro de Vitória.

Entrada gratuita

saiba mais

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta