Edmar Bacha é eleito para a Academia Brasileira de Letras

O economista Edmar Bacha foi eleito para a Academia Brasileira de Letras (ABL) na tarde desta quinta-feira (3) e ocupará a cadeira 40, sucedendo o jurista Evaristo de Moraes Filho, que morreu em 22 de julho. Os ocupantes anteriores da cadeira 40 foram o fundador Eduardo Prado, que escolheu como patrono o Visconde do Rio Branco, Afonso Arinos, Miguel Couto e Alceu Amoroso Lima.

Edmar Lisboa Bacha, que integrou a equipe econômica que concebeu e implantou o Plano Real, em 1994, obteve 18 dos 33 votos, dos quais 23 presenciais, depositados em uma urna no Petit Trianon, sede da ABL, no Centro do Rio, e dez por cartas. Formou-se na Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais e obteve o Ph.D. em Economia na Universidade de Yale, nos EUA.

O agora acadêmico deu aulas de Economia em diversas universidades no Brasil e no exterior. Foi pesquisador no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), presidiu o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Também atua como consultor no setor privado e é um dos fundadores e diretor do Instituto de Estudos de Política Econômica/Casa das Garças, um centro de pesquisas e debates no Rio de Janeiro.

Bacha é autor de inúmeros livros e artigos em revistas acadêmicas brasileiras e internacionais. Seu último lançamento é “Belíndia 2.0: Fábulas e Ensaios sobre o País dos Contrastes, de 2013. Atualmente, organiza um novo livro, “O Fisco e a Moeda: Ensaios sobre o Tesouro Nacional e o Banco Central”, que será publicado ainda este ano.

Edmar Bacha tem 74 anos e nasceu em Lambari (MG), em uma família de escritores, políticos e comerciantes. É casado com a antropóloga Maria Laura Viveiros de Castro Cavalcanti, tem dois filhos, duas enteadas e cinco netos.

O economista é o segundo mineiro eleito para a Academia em uma semana: no último dia 27, o poeta, compositor e roteirista Geraldo Carneiro foi o escolhido para ocupar a cadeira 24.

Deixe uma resposta