Caetano e Gil esquentam Santiago em noite gelada de outono

Caetano Veloso e Gilberto Gil esquentaram a gelada noite de outono desta terça-feira (5) em Santiago, a capital do Chile. “Ay Amor”, “Coração vagabundo” e “Tropicália” marcaram o início de um longo concerto no qual cerca de 30 canções foram interpretadas pelo cantores.

Em um palco despojado de qualquer artifício, só acompanhados por seus violões, uma pequena mesa com dois copos de água, Caetano e Gil fizeram as milhares de pessoas que compareceram a sua apresentação sonhar e cantar.

Os primeiros seis temas foram acompanhados em um “profundo” silêncio por um público absorto que parecia não se convencer que à frente deles estavam dois dos maiores gênios da música brasileira.

Com a seguinte bateria de canções, o público começou a despertar: “Tonada de Luna llena”, “As camélias”, “Come prima”, interpretada inteiramente em italiano e “Terra”, que foi acompanhada por todo o mundo.

Posteriormente, Gil, interpretou a romântica criação do compositor cubano, Osvaldo Farrés, “Tres palabras”, o que lhe rendeu uma ovação de vários minutos.

Em seguida, com “Nossa gente” (avisa lá), os dois fizeram o público cantar novamente, repetindo várias vezes o refrão da canção, uma fórmula que repetiram com “Desde que o samba é samba”.

Quase no final de sua apresentação, Gil e Caetano, que desfrutam de uma fascinação mútua, como se fossem os melhores espectadores do concerto, interpretaram “A luz de Tieta”, um tema de muito movimento que, mesmo acompanhado apenas de violões, sem nenhum tipo de percussão, não perde seu ritmo frenético.

No final do tema, o público realizou um coro fantástico, enquanto os dois começavam a dançar e a caminhar para fora do palco, se despedindo do público chileno.

No entanto, após quase dez minutos de aplausos e assobios, sem que nenhum espectador se mexesse de seu lugar, Caetano e Gil retornaram ao palco para interpretar outros dois temas.

Os dois artistas, que se entreolhavam e sorriam com muita cumplicidade enquanto tocavam e cantavam, se beijaram e agradeceram aos presentes, um gesto que marcou a despedida definitiva desses dois grandes talentos da música brasileira e mundial do público chileno.

Deixe uma resposta