Cirque du Soleil processa Justin Timberlake por plágio em música

Justin Timberlake durante show no Palco Mundo neste domingo (15) (Foto: Flavio Moraes/G1)Justin Timberlake durante show no Rock in Rio 2013 (Foto: Flavio Moraes/G1)

O Cirque du Soleil não está dando cambalhotas com o novo sucesso de Justin Timberlake, “Don’t Hold the Wall”.

A companhia de performances teatrais canadense processou nesta quinta-feira (31) o cantor sob alegações de que a música copia parte de uma composição original do Cirque du Soleil sem permissão.

A canção apareceu no álbum “20/20”, lançado por Timberlake em 2013, que vendeu dois milhões de cópias.

O processo apresentado em um tribunal federal em Nova York alega que Timberlake usou a música “Steel Dream”, que estava originalmente no álbum “QUIDAM”, lançado pelo Cirque du Soleil em 1997.

Além de Timberlake, o processo também cita o produtor Timbaland – cujo verdadeiro nome é Timothy Mosley – que ajudou a escrever a música e a Sony Music Entertainment, que lançou o álbum.

Os representantes dos acusados não responderam imediatamente a pedidos de comentários.

Deixe uma resposta