Julianne Moore quer tirar nome de general de escola onde estudou

Julianne Moore em cena do filme O Sétimo Filho (Foto: Divulgação)Julianne Moore em cena do filme O Sétimo Filho (Foto: Divulgação)

A atriz Jualianne Moore e o produtor de filmes Bruce Cohen lançaram uma petição para renomear a escola onde estudaram, em Falls Church, na Virginia, Estados Unidos. A “J.E.B. Stuart High School” foi fundada em 1959 e recebeu o nome de um general confederado na Guerra Civil.

saiba mais

Durante o conflito, os Estados Confederados buscaram independência para impedir a abolição da escravatura.

Na petição, a atriz diz que a escola hoje é frequentada por um grupo diversificado de estudantes que não deveriam frequentar uma instituição que leva o nome de um homem que lutou para manter negros escravizados.

No pedido, ela sugere que ela receba o nome de “Thurgood Marshall High School”. Thurgood foi um líder dos direitos civis que depois se tornou o primeiro negro a ocupar uma cadeira na Suprema Corte americana. Ele também foi vizinho e participante da comunidade local.

Juliana escreveu que o massacre de nove negros em Charleston, na Carolina do Sul, foi um lembrete trágico de como os símbolos de ódio podem continuar a alimentar racismo e violência. No caso, o assassino Dylann Roof usava a bandeira confederada como um símbolo em suas fotos.

Ela lembrou que, no final dos anos 70, o símbolo da escola era o general sobre um cavalo empunhando a bandeira confederada. A bandeira, segundo ela, só foi removida de detalhes do uniforme e de espaços públicos em 2001.

O pedido da atriz e do produtor ocorreu após outro similar, movido por um grupo de alunos. Eles querem a mudança do nome da “J.E.B. Stuart High School” e de outra que faz homenagem a Robert E. Lee, outro general confederado.

Até esta terça-feira (25), mais de 30 mil pessoas tinham assinado a petição online.

Baixe o G1 Enem, jogo com perguntas, desafio e dicas em vídeo

Deixe uma resposta