‘Dia do Gibi Grátis’ doa mil revistas em quadrinhos e atrai centenas no Piauí

Fila de pessoas para receber gibis grátis no Parque Potycabana, em Teresina (Foto: Marcelo Costa/Arquivo pessoal)Fila de pessoas para receber gibis grátis no Parque Potycabana (Foto: Marcelo Costa/Arquivo pessoal)

Pensando em apresentar os quadrinhos a um novo público, o empresário Bernardo Aurélio, junto com amigos, realizou o primeiro ‘Dia do Gibi Grátis’, que distribuiu cerca de mil revistas na tarde deste domingo (23) no Parque Potycabana, em Teresina. “A ideia é criar é um novo público, procurar os leitores na praça e apresentar as histórias em quadrinhos. Interessante que muitos jovens apareceram, assim como seus pais. Conseguimos atingir as pessoas que frequentam a Potycabana”, contou.

Dezenas escolhendo entre os gibis disponíveis para doação (Foto: Marcelo Costa/Arquivo pessoal)Dezenas escolhendo entre os gibis disponíveis

para doação (Foto: Marcelo Costa/Arquivo pessoal)

A inspiração para a ação é um evento já consagrado no Estados Unidos, o “Free Comic Book Day”. Nele, as grandes editoras distribuem de graça milhares de gibis, assim como realizam lançamentos de novos títulos.

Bernardo disse ter ficado feliz com a presença do público, mas que uma próxima edição depende de ajuda das grandes editoras do Brasil. “Um tipo de ação como essa depende de ajuda das grandes empresas. Para você ter uma ideia, 90% do material doado era da minha livraria. Tivemos a ajuda das editoras JBC, L&PM e Cachalote, mas ela precisa ser ainda maior para que o ‘Dia do Gibi Grátis’ tenha uma segunda edição”, contou.

Centenas de pessoas, entre crianças adolescentes e adultos procuraram o local de distribuição. Foi organizada uma fila, as pessoas assinavam uma lista, ganhavam um vale que dava direito a três revistas e escolhiam entre os títulos que estavam dispostos em seis mesas. A variedade de revistas era imensa, ia desde os consagrados Homem Aranha e Superman, passando pelos mangás e chegando até quadrinhos infantis, histórias piauienses e até HQs alternativos.

Enquanto tudo isso ocorria, os cartunistas Jota A e Dino Alves, e o próprio Bernardo Aurélio, que além de dono de Comic Book é também é autor de história em quadrinhos, conversavam com os presentes e faziam desenhos. “Apesar de estar doando esse material, não acho que estou perdendo dinheiro. Prefiro pensar que estou investindo numa pessoa que pode começar a gostar de quadrinhos e passe a consumí-lo”, finalizou Bernardo.

Cartunistas Dino Alves (de camisa azul) e Jota A (camisa branca) desenhando durante o 'Dia do Gibi Grátis' (Foto: Marcelo Costa/Arquivo pessoal)Cartunistas Dino Alves (de camisa azul) e Jota A (camisa branca) desenhando durante o ‘Dia do Gibi Grátis’ (Foto: Marcelo Costa/Arquivo pessoal)

 

Deixe uma resposta