lista destaques do tapete vermelho no Festival de Gramado

Famosos no Festival de Cinema de Gramado (Foto: Montagem sobre fotos de Cleiton Thiele, Edson Vara e Igor Pires)Famosos no Festival de Gramado (Foto: Montagem sobre fotos de Cleiton Thiele, Edson Vara e Igor Pires)

Terminou no sábado (15), após nove dias de programação, a 43ª edição do Festival de Cinema de Gramado na Serra do Rio Grande do Sul. Ao todo, foram projetados 47 filmes, sendo 29 curtas e longas-metragens, nacionais e estrangeiros dentro da mostra competitiva.

Mas além do cinema, astros e estrelas prestigiaram o evento e causaram frenesi no tapete vermelho: Marília Pêra, Armando Babaioff, Bete Mendes, Greta Antoine, Marcos Palmeira, Marcos Pasquim, Michel Noher, Otávio Muller, Mariana Ximenes e Vladimir Brichta foram alguns que passaram pela cidade gaúcha nos últimos dias. Abaixo, o G1 listou os grandes momentos do tapete vermelho do evento.

Tarja Festival Gramado 2015 - Diva (Foto: Arte/G1)


 

Marília Pêra recebe o Troféu Oscarito em Gramado (Foto: Edison Vara/Agência Pressphoto)Marília Pêra recebe o Troféu Oscarito em Gramado

(Foto: Edison Vara/Agência Pressphoto)

Marília Pêra usou um longo vestido Carolina Herrera para receber o Troféu Oscarito, uma das principais honrarias de Gramado, destinada a grandes nomes do cinema nacional. A atriz foi surpreendida ao receber o prêmio e o abraço dos três filhos no palco do Palácio dos Festivais. Ela não sabia que Ricardo, Nina e Esperança estavam na cidade gaúcha para homenageá-la. O momento foi um dos mais belos e emocionantes da 43ª edição do evento.  Para ficar na história.

Tarja Festival Gramado 2015 - Musa (Foto: Arte/G1)


 

Mariana Ximenes participou do Festival de Gramado com Um Homem Só (Foto: Igor Pires/Agência Pressphoto)Mariana Ximenes participou do Festival de

Gramado (Foto: Igor Pires/Agência Pressphoto)

Mariana Ximenes chegou bem discreta e, embora pequenina, atraiu toda a atenção em Gramado, tanto na telona como fora dela. No tapete vermelho, a simpática atriz aproximou-se do público que gritava seu nome, sem se importar muito com o atraso da sessão no cinema. Sorriu e posou para selfies e respondia os gritos de linda e eu te amo” com sorrisos e piscadelas. Em cena, Mariana também foi muito elogiada, inclusive pelo seu colega de elenco no filme “Um Homem Só”. Vladimir Brichta disse que foi “muito fácil” se apaixonar pela atriz na frente das câmeras.

Tarja Festival Gramado 2015 - Galã (Foto: Arte/G1)


 

Brichta exaltou a beleza de Mariana Ximenes em Um Homem Só em Gramado (Foto: Igor Pires/Agência Pressphoto)Brichta exaltou a beleza de Mariana em “Um

Homem Só”(Foto: Igor Pires/Agência Pressphoto)

Aliás, ele é outro que chegou discreto, embora a presença de Vladimir Brichta em Gramado fosse muito aguardada. O ator perdeu a exibição do filme que protagoniza ao lado de Mariana Ximenes na sexta (14), mas desembarcou cedo no sábado (15), dia da premiação, e participou da entrevista coletiva com elenco e equipe do longa-metragem. De barba e cabelos longos, o marido de Adriana Esteves ouviu muitos gritos da mulherada. Em “Um Homem Só”, ele vive Arnaldo, um homem que, frustrado com a própria vida, resolve procurar uma clínica que clona seres humanos para fazer uma cópia de si mesmo.

Tarja Festival Gramado 2015 - Assediado (Foto: Arte/G1)


 

Armando Babaioff atendeu os fãs no tapete vermelho de Gramado (Foto: Igor Pires/Agência Pressphoto)Armando Babaioff atende fãs no tapete vermelho

de Gramado (Foto: Igor Pires/Agência Pressphoto)

O ator Armando Babaioff chamou a atenção no tapete vermelho no primeiro sábado (8) do evento. Sorridente e atencioso, fez “selfies” com os fãs e distribuiu sorrisos. Foi requisitado pelo público de diferentes gerações, desde um menino de seis anos até mulheres que quiseram tietar. Babaioff ainda ganhou elogios de colegas do elenco. “Além de lindo, é um grande ator”, disse Bete Mendes, que também integra o elenco de Introdução à Música do Sangue, dirigido por Luiz Carlos Lacerda. 

Tarja Festival Gramado 2015 - Discreto (Foto: Arte/G1)


 

Marcos Palmeira acompanhou a entrega do troféu Eduardo Abelin ao pai Zelito Viana (Foto: Edison Vara/Agência PressPhoto)Marcos Palmeira e o pai Zelito Viana

(Foto: Edison Vara/Agência PressPhoto)

Quem também passou por Gramado para fazer surpresa para o pai foi Marcos Palmeira, acompanhado da mulher Gabriela Gastal, da mãe Vera de Paula, da irmã Betse de Paula e da sobrinha Beatriz Viana. A família foi à cidade para prestigiar Zelito Viana, homenageado com o Troféu Eduardo Abelin. O prêmio, um reconhecimento de Gramado a diretores, produtores e técnicos da sétima arte, chegou às mãos de Viana no ano em que sua produtora, a Mapa Filmes, fundada com os companheiros Glauber Rocha, Paulo César Saraceni, Walter Lima Jr. e Wanderley Reis completa 50 anos.

Tarja Festival Gramado 2015 - Simpático (Foto: Arte/G1)


 

Daniel Filho o Troféu Cidade de Gramado (Foto: Edison Vara/Agência PressPhoto)Daniel Filho recebeu o Troféu Cidade de Gramado

(Foto: Edison Vara/Agência PressPhoto)

Daniel Filho também foi ovacionado pelo público que cercava o tapete vermelho – tanto na sexta (7), quando foi ao Palácio dos Festivais assistir ao filme “Que Horas Ela Volta?”, com Regina Casé, quanto no sábado (8), dia em que recebeu o Troféu Cidade de Gramado. Simpático, o diretor, ator, produtor e roteirista abanou para os fãs  e atendeu à imprensa. Com 60 anos de carreira, a homenagem o emocionou. Ele foi aplaudido de pé ao subir ao palco do cinema. “Você se sente lembrado, se sente respeitado. Você sente que contribuiu com algo que você ama muito, que é o cinema”, disse. 

Tarja Festival Gramado 2015 - Figura (Foto: Arte/G1)

 

Sêo Inácio apresentou um curta-documentário sobre sua vida (Foto: Cleiton Thiele/Agência PressPhoto)Sêo Inácio apresentou um curta sobre sua vida

(Foto: Cleiton Thiele/Agência PressPhoto)

Ele não é celebridade, mas roubou a cena em Gramado. Sêo Inácio, aposentado de 75 anos que diz já ter visto mais de 20 mil filmes, foi uma das estrelas do Festival de Cinema por conta de sua irreverência e carisma. Pouco antes de Marília Pêra receber o Troféu Oscarito por sua trajetória no cinema brasileiro, o cinéfilo de Natal subiu ao palco para apresentar o curta-documentário sobre sua vida, que também participou da competição. Em seu discurso, homenageou a “terra de Erico Verissimo”, um de seus ídolos. Saiu do Palácio dos Festivais aplaudidíssimo e conquistou a plateia.

 

Deixe uma resposta